Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

ELEIÇÕES 2022

No evento de Moro, Patrícia Domingos confirma candidatura; delegada é enaltecida por ex-juiz

Candidata à Prefeitura do Recife em 2020, delegada garantiu candidatura em 2022

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 05/12/2021 às 21:29
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Delegada Patricia na Palestra e lançamento do livro de Sergio Moro no Teatro do Shopping Rio Mar - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Durante o evento de lançamento do livro de Sérgio Moro (Podemos), realizado neste domingo (5) no RioMar Recife, a Delegada Patrícia Domingos confirmou sua participação nas eleições de 2022. Em 2020, ela concorreu à Prefeitura do Recife.

"Sou candidata, sim, no próximo ano. Vou concorrer ao legislativo. Sou candidata na proporcional mas ainda não defini o cargo. Tudo vai depender da conjuntura. Me mantenho filiada ao Podemos e fiel aos seus ideais, do combate às corrupção, democracia e prisão em segunda instância", disse a Delegada Patrícia.

Questionada se conversa com o pré-candidato às Presidência da República, Patrícia se esquiva, mas diz apoiá-lo enquanto correligionária. Avaliou que, enquanto integrante do Podemos, estava no evento para prestigiar o ex-juiz.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Palestra e lançamento do livro de Sergio Moro no Teatro do Shopping Rio Mar - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Durante a palestra, Sérgio Moro enalteceu a figura de Patrícia Domingos e ela foi aplaudida pelo público. Parte da plateia pediu sua candidatura ao Governo de Pernambuco.

Em entrevista, a delegada foi questionada sobre uma questão que perpassa tanto a sua candidatura quanto à de Sérgio Moro: o distanciamento da figura do presidente Jair Bolsonaro. Na sua resposta, não fala em afastamento do mandatário, mas destaca sua relação com a do ex-juiz.

"A gente teve um apoio [de Bolsonaro], mas não foi o único que a gente teve. A minha história com Moro já é muito mais antiga. Em 2018 houve o convite para o Ministério da Justiça, que infelizmente eu não fui liberada pelo Governo do Estado, mas temos história de similaridade de pautas de trabalho. Tenho uma admiração do seu trabalho como juiz e fui entusiasta da nomeação dele para o Ministério da Justiça. (...) Hoje a gente tem a questão do apoio de 2020, mas outros políticos nos apoiaram também", disse.

Comentários

Últimas notícias