Não tá fácil para ninguem!

Deputado evangélico teve carro oficial recolhido em blitz da Lei seca por IPVA em atraso

Casos vão se sucedendo. Alepe deu nota curta culpando a locadora Barreto e Santos. A empresa diz que não está recebendo em dia

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 10/12/2021 às 7:10
DAY SANTOS/JC IMAGEM
Blitz Lei Seca completa 10 anos. - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Os colegas da deputada Roberta Arraes, de Araripina, prestaram solidariedade pelo constrangimento de ter tido o carro oficial, oferecido pela Alepe, de uma locadora, retido pela polícia rodoviária federal por falta de pagamento do IPVA, nesta quinta-feira, na BR 316.

O deputado evangélico Willian Brígido prestou solidariedade contando que ele próprio já havia passado por vexame semelhante, no começo do ano, em março de 2021, em uma blitz no Cabanga. "Levaram (o carro) para o depósito do Detran. IPVA não pago". O caso só veio a público agora, quando três carros oficiais de parlamentares chegaram a ser arrestados, no prédio da Alepe, no Recife, por oficiais de Justiça, na semana passada.

A também deputada Clarissa Tércio, da bancada evangélica, estrela em ascensão na Alepe em função da possível candidatura ao governo do Estado com Bolsonaro, prestou solidariedade e aproveitou para invocar o nome de Deus.

"Minha solidariedade à deputada Roberta e aos demais colegas. É lamentável ver os colegas passando por este tipo de constrangimento e a falta de posicionamento da casa em relação ao assunto. Deus me livre". Não se sabe se ela usa o carro cedido também ou carro próprio.

Foto: Roberto Soares/Alepe
Foto: Roberto Soares/Alepe - Foto: Roberto Soares/Alepe

Fim do contrato

O deputado Alvaro Porto, que já teve cargo na mesa diretora, prometeu devolver o carro oficial e prega solução radical.

"Desmoralizar toda a casa já extrapolou há muito tempo e providências, zero. Acho que temos que cancelar logo este contrato", disse. "Estou com um Compass e estou devolvendo amanha (hoje)"

Monitoramento

O deputado Alvaro Porto (PTB) reclamou que quando a sua assessoria reclama com a locadora Barreto e Santos LTDA a explicação que recebe é que a Alepe está em atraso nos pagamentos. Ele foi além e abordou a questão da segurança pessoal.

"Além disto, os carros tem rastreador, quer dizer que estamos sendo monitorados. Vou devolver o carro que está comigo", ameaçou.

ALEPE
Deputada Roberta Arraes (PP) - ALEPE

Nota da deputada


"A deputada estadual Roberta Arraes vem a público esclarecer o acontecimento no dia de hoje, ao ter o VEÍCULO OFICIAL (locado pela ALEPE) apreendido pela PRF por falta de pagamento do IPVA, imposto cujo recolhimento é de inteira responsabilidade da Locadora. Afirma, também, que não tinha conhecimento dos débitos em atraso (os quais resultaram na apreensão) ou de qualquer outro débito existente em relação ao veículo, e que espera a solução imediata da situação, para assim evitar esse tipo de constrangimento com os demais parlamentares, além daqueles que já foram surpreendidos com esse evento desagradável. Espera, ainda, que os fatos não sejam distorcidos para que não resultem em fake news, já que a parlamentar não tem qualquer responsabilidade sobre os pagamentos referentes ao veículo utilizado para auxiliar nas suas atividades parlamentares", escreveu.

Comentários

Últimas notícias