POLÍCIA FEDERAL

Após operação da PF, Lula presta solidariedade a Ciro Gomes e Cid Gomes

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 15/12/2021 às 11:44 | Atualizado em 16/12/2021 às 12:18
EVARISTO SÁ/AFP E RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
Lula e Ciro têm trocado críticas publicamente - FOTO: EVARISTO SÁ/AFP E RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Após operação da Polícia Federal cumprir mandados de busca e apreensão contra Ciro Gomes e Cid Gomes, ambos filiados ao PDT, Lula (PT) prestou solidariedade ao pré-candidato e ao senador. Em sua defesa, o líder pedetista diz ser alvo de ação com cunho político.

"Quero prestar minha solidariedade ao senador Cid Gomes e ao pré-candidato a presidente Ciro Gomes, que tiveram suas casas invadidas sem necessidade, sem serem intimados para depor e sem levar em conta a trajetória de vida idônea dos dois. Eles merecem ser respeitados", disse Lula através do seu Twitter.

O ex-presidente adota retórica parecida com a de Ciro Gomes ao falar sobre os processos da Lava Jato e Sergio Moro. O pedetista, inclusive, respondeu a mensagem do adversário nas eleições de 2022.

"Obrigado, presidente Lula. O estado policial de Bolsonaro é uma ameaça à democracia e a todos os democratas. Me considero na obrigação de dar todos os esclarecimentos necessários, em respeito ao povo brasileiro, e o farei", respondeu Ciro Gomes.

A operação contra Ciro Gomes

O pré-candidato Ciro Gomes (PDT) e seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE), foram alvos de mandados de busca e apreensão em operação deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (15). A ação visa acabar com esquema de corrupção envolvendo o Castelão, em Fortaleza (CE). O pedetista diz que a PF é subordinada de Bolsonaro (PL) e diz ser vítima de ação política.

De acordo com a PF, o esquema envolveria fraudes, exigências e pagamentos de propinas a agentes políticos e servidores públicos". Essas irregularidades teriam ocorrido durante a licitação para as obras do estádio, entre 2010 e 2013. Segundo a folha, Lúcio, outro irmão da família, também foi alvo de busca e apreensão.

"Chega a ser pitoresco. O Brasil todo sabe que o Castelão foi o estádio da Copa com maior concorrência, o primeiro a ser entregue e o mais barato construído para Copas do Mundo desde 2002. Ou seja, foi o estádio mais econômico e transparente já feito para a Copa do Mundo. (...) Não tenho nenhuma ligação com os supostos fatos apurados", disse Ciro Gomes no Twitter.

Comentários

Últimas notícias