ENCHENTES

"O povo saberá analisar", diz Rui Costa sobre conduta de Bolsonaro durante enchentes

Governador da Bahia evitou entrar em debate sobre postura de Jair Bolsonaro diante do desastre causado pelas chuvas

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 28/12/2021 às 9:39 | Atualizado em 28/12/2021 às 9:51
ISAC NÓBREGA/PR
Presidente Bolsonaro se manifestou nesta quinta (24) sobre o conflito na Ucrânia - FOTO: ISAC NÓBREGA/PR
Leitura:

A última semana de 2021 vem trazendo desgastes para a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PL), que demorou a se pronunciar sobre as enchentes no sul da Bahia. O governador Rui Costa (PT) evitou entrar no debate político, mas considera que a conduta de cada um será analisa pelos brasileiros.

"Eu não estou tendo tempo para ver redes sociais do presidente ou de outras pessoas. Estou concentrado em salvar vidas humanas. É um sentimento mais nobre que o ser humano pode ter, que é de humanidade e fraternidade. Eu prefiro nesse momento evitar polêmicas no âmbito da política nesse momento. Deus e o povo brasileiro saberão analisar nossa conduta na hora em que as pessoas mais precisam de apoio", disse Rui Costa, em entrevista concedida à rádios e TVs baianas.

Ele completou: "Quando você deixa esses temas tomarem a sua atenção você perde o foco e eu não posso perder o foco porque eu tenho milhares de pessoas perguntando como vão recomeçar a sua vida nesse momento. E cada um vai se alegrando ou ficando indignado com as atitudes dessa ou daquela pessoa".

Após a repercussão negativa, Jair Bolsonaro uso no Twitter para comentar a situação na Bahia, afirmando ter enviado os ministros da Cidadania, João Roma, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho aos municípios atingidos. Antes, uma foto sua pescando circulou pelas redes e foi alvo de críticas.

Na segunda-feira (27), o presidente anunciou a edição de uma Medida Provisória no ano que vem para abrir crédito extraordinário de R$ 200 milhões para ajudar na contenção dos estragos provocados pelas fortes chuvas na região.

O presidente está em Santa Catarina para aproveitar o período de réveillon ao lado da primeira-dama. Antes, Bolsonaro ficou entre os dias 17 e 23 de dezembro no litoral paulista para descansar. Lá, chegou a dançar funk numa lancha com apoiadores.

Comentários

Últimas notícias