Cidade dos parques

João Campos dá crédito a Geraldo Julio ao inaugurar primeira etapa de parque das Graças

Equipamento é um convite à contemplação do Rio Capibaribe, diz PCR. Só falta avançar com saneamento do rio

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 29/12/2021 às 15:37
Rodolfo Loepert / PCR
Primeira etapa foi entregue nesta quarta, nas Graças - FOTO: Rodolfo Loepert / PCR
Leitura:

Nesta quarta-feira (29), o prefeito João Campos fez a entrega da primeira etapa do Parque da Graças, o mais novo espaço público ao ar livre da cidade. No evento, ele citou o ex-prefeito Geraldo Julio, do PSB.

“Lembrando que pelo projeto original, não seria um parque e sim uma via para carros. Esse projeto foi remodelado, reconstruído ainda na gestão do prefeito Geraldo Julio, com a Universidade Federal de Pernambuco, com a Associação de Moradores das Graças, e conseguiram garantir um projeto muito melhor e mais moderno. E o Recife segue na direção de ser uma cidade-parque”, afirmou.

Localizado às margens do Rio Capibaribe, no bairro das Graças, entre as pontes da Torre e da Capunga, o trecho do parque linear entregue agora conta com passeios públicos, dois playgrounds, tirolesa, área para piquenique, bancos, paisagismo e via compartilhada, além de abrigar o primeiro parque infantil da cidade totalmente voltado para a primeira infância. Todo o projeto terá investimentos na ordem de R$ 43 milhões.

O projeto contempla um quilômetro de extensão, com os demais trechos previstos para serem entregues até 2023, concluindo o Parque.

/PCR
Segundo a PCR, o equipamento é um convite à contemplação do Rio Capibaribe, um dos símbolos do Recife - /PCR
 

 

TRÂNSITO – A partir da inauguração, os motoristas que estiverem na Rua das Graças poderão acessar a Rua Amélia, entrando na Rua Manoel de Almeida e seguindo pela Via Parque das Graças até a Ponte da Torre.

PRÓXIMAS ETAPAS – As obras para conclusão das demais etapas do Parque das Graças, que tem extensão total de um quilômetro, seguem em andamento. O projeto completo prevê a implementação de um Parcão, próximo à rua Osvaldo Salsa, dois mirantes (perto da Rua Sebastião Leme e próximo à Ponte da Capunga), área de ginástica, áreas para piquenique e convivência, bicicletários, pergolados, píer flutuante, área de lazer com mesas, deck para quiosques e área de refúgio da fauna. Ao final, o local passará a contar com um total de 1.011m de rotas cicláveis.

Estão sendo construídas, ainda, duas passarelas paralelas à margem do rio a fim de viabilizar a continuidade do passeio em trechos onde não havia largura suficiente para passagem. A primeira delas ficará entre as ruas Aníbal Falcão e Manoel de Almeida e a segunda entre a Rua Dr. Osvaldo Salsa e a Rua das Pernambucanas. Além disso, estão previstas melhorias em uma área total de 750m em vias de acesso ao novo parque, sendo 200m da Rua Dom Sebastião Leme e mais 550m da Rua das Pernambucanas, o que resulta numa área total de 25.636m² de intervenção.

PARQUE CAPIBARIBE

O Parque Capibaribe é um sistema de parques integrados no Recife que se estenderá por 30 km do percurso do Rio Capibaribe. Consiste na renaturalização das margens do rio e na implantação de um sistema de mobilidade com passeios e ciclovias, além de revelar paisagens locais com áreas de estar, passarelas e píeres para pequenas embarcações.

Segundo a PCR, todo o projeto beneficiará mais de 500 mil pessoas e 44 bairros. Já foram implantados o Jardim do Baobá, nas Graças, e a Praça Otávio de Freitas, no Derby. O parque estende-se desde a BR 101 até o centro do Recife.

Comentários

Últimas notícias