Fogos nutela!

Porto de Galinha teve 12 minutos de fogos sem pipoco

Jaboatão dos Guararapes foi uma das poucas cidades a prometer fogos com estampido

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 02/01/2022 às 10:19
Ipojuca/divulgação
Gestão se apressa em informar que barulho de fogos veio de particulares - FOTO: Ipojuca/divulgação
Leitura:

O destino turístico mais cobiçado de Pernambuco e uma das praias mais bonitas do Brasil, Porto de Galinhas, teve, neste réveillon, 12 minutos de fogos.

A Prefeitura do Ipojuca em 2020 suspendeu os fogos por conta da pandemia, mas este ano proporcionou o espetáculo pirotécnico em 5 pontos do município: em frente às piscinas naturais de Porto; na praça dos pescadores em Serrambi; em frente da escola Aderbal Jurema do Centro de Ipojuca; na praça do skate em Nossa Senhor do Ó e em frente à praça Pedro Serafim de Souza, em Camela.

A Prefeitura realizou um show pirotécnico com barulho reduzido, ou “silencioso” como é popularmente chamado. "Atendendo aos pedidos recorrentes por parte da população que se aflige com o barulho dos fogosa"

"Dois pontos precisam ficar claro em relação a este tipo de fogos: a primeira é que o projétil, ao ser lançado, faz barulho para subir, mas as explosões têm um volume muito inferior aos fogos tradicionais por isso são mais sofisticados; e a segunda é que algumas pessoas e empresas no momento da virada soltam os seus fogos tradicionais e isso acaba prejudicando a iniciativa de proteção às pessoas autistas e aos pets que sofrem muito com o barulho", explicou a prefeitura.

Em 2021, para evitar grandes aglomerações, o Comitê Contra o Coronavírus do Ipojuca, proibiu a instalação de barracas mesas, cadeiras, toldos, caixas de som e recipientes térmicos (coolers), na faixa de areia das praias do município na noite da virada. Isto, no entanto, não impediu que as pessoas fossem celebrar o novo ano.

 

Comentários

Últimas notícias