Medidas de restrição

Doria diz que SP terá medidas restritivas para tentar controlar alta da ômicron

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 12/01/2022 às 9:46
DIVULGAÇÃO
Governador de São Paulo, João Doria - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que eventos com grandes aglomerações não são recomendáveis e que terão de respeitar novas medidas restritivas no estado, que devem ser anunciadas nesta quarta-feira (12), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo.

“Grandes aglomerações não são recomendáveis. O Comitê Científico do Estado de São Paulo já expressou essa deliberação. Amanhã [nesta quarta] teremos a coletiva de imprensa no Palácio com novas informações”, disse o governador em uma entrevista coletiva em Monte Aprazível, no interior de SP.

Doria também afirmou que, por ora, não há nenhuma indicação de restrições ao comércio e ao setor produtivo do agronegócio e da indústria, e reforçou a importância do uso de máscaras.

“Quero tranquilizar o comércio e o setor de serviços. Não há nenhuma recomendação, até o presente momento, de restrições que poderiam ser implementadas. Há sim cautela e uma recomendação expressa para que as pessoas usem máscaras todo o tempo. Usar máscara é estar protegido para essa quarta onda da ômicron. Portanto, a utilização de máscara é fundamental”, disse.

Comentários

Últimas notícias