Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Exclusivo/ Violência

Indiciado pela morte da menina Beatriz é transferido do presídio de Salgueiro para cela individual, em Petrolina

A medida foi solicitada por medida de segurança, depois que o nome do presidiário veio a público, nesta terça-feira

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 12/01/2022 às 12:54
Blog Imagem
Veja a ficha completa no Blog - FOTO: Blog Imagem
Leitura:

Sem alarde, nesta terça-feira, a Justiça de Petrolina determinou que o preso Marcelo da Silva, indiciado nesta quarta-feira pela morte da menina Beatriz, em Petrolina, em 2015, fosse retirado imediatamente do presídio de Salgueiro para continuar cumprindo pena em uma cela individual, na penitenciária de Petrolina (Dpeg).

A medida foi solicitada pelas autoridades por medida de segurança, depois que o nome do presidiário veio a público, nesta terça-feira. A SDS informou que ele confessou o crime, conforme revelou em primeira mão o blog de Jamildo, ontem.

"Existe uma norma entre os presos: um sujeito desse, envolvido com estupro e homicídio de criança tem que ser “justiçado”. Inclusive quando foi pego em Trindade levou uma baita de uma surra das pessoas. Com a repercussão do caso, pode morrer pelas mãos dos outros detentos. É comum isso acontecer. Cabe ao Estado evitar, por isso a transferência para cela isolada", explica uma fonte do blog.

Para proteger vida de investigado do caso Beatriz, Governo de Pernambuco transferiu suspeito de presídio de forma sigilosa

A transferência do suspeito Marcelo da Silva foi autorizada pela Justiça Estadual, em 11 de janeiro.

O Ministério Público, no pedido à Justiça, disse "temer por sua vida, caso se confirme determinado fatos investigativos, colocando o apenado em cela individual".

O juiz Cícero Everaldo Ferreira Silva, que atua em Petrolina, autorizou a transferência, desde que feita "de forma urgente e discreta".

"Os fatos trazidos pelo Ministério Publico tem plausibilidade, merecendo ser acolhida, principalmente para a preservação da integridade física do reeducando, razão porque determino sua transferência da PSAL para a DPEG de forma urgente e discreta, devendo ele ser recolhido a cela individual, mantendo, seus demais direitos, como visita de familiares", decidiu o juiz.

O suspeito foi transferido do Presídio de Salgueiro para o Presídio Doutor Everaldo Gomes, em Petrolina, que fica na Avenida Jatobá, no bairro Henrique Leite.

Ou seja, o suspeito foi custodiado pelo Governo de Pernambuco na mesma cidade em que residem os pais da menina Beatriz, vítima do crime investigado.

O magistrado fez uma crítica indireta ao fato da Secretaria de Defesa Social ter disponibilizado o laudo genético para uma emissora de TV. No entanto, a revelação em primeira mão da descoberta do suspeito foi dada pelo blog.

"Por outra via, considerando que os fatos já foram divulgados na imprensa, não vejo necessidade do sigilo, inclusive com acesso ao laudo genético disponibilizado a rede Globo local", disse o magistrado.

O suspeito Marcelo da Silva ficará em cela individual no novo presídio.

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Coletiva da Polícia Civil para anunciar a prisão do suspeito do caso da menina Beatriz morta a seis anos em Petrolina. Na foto Humberto Freire, Secretário de Defesa Social de Pernambuco. - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Extensa ficha de crimes

O presidiário Marcelo da Silva, de 40 anos, que confessou a morte da menina Beatriz, de Petrolina, tem uma extensa ficha criminal.

O criminoso trabalhava como ajudante de pedreiro e é natural do Sertão, da cidade de Araripina, que é próxima de Petrolina.

Há relato de várias prisões e de condenações. O homem apontado como autor da morte da menina já estava preso por outros crimes, antes de confessar o assassinato.

Pelas informações da ficha, foram três prisões e três condenações por roubo e estupro. Um crime de estupro teria sido praticado no município de Trindade. Marcelo da Silva foi preso em flagrante pelo crime de estupro em Trindade.

O perfil é de conhecimento do MPPE desde esta segunda-feira, quando o laudo final foi enviado para os promotores de Justiça.

Blog Imagem
Ficha criminal do acusado no laudo policial do caso Beatriz - Blog Imagem

Comentários

Últimas notícias