Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Caso Beatriz

Homem que confessou matar menina Beatriz foi espancado em Trindade por abuso sexual, em agosto de 2017

Ficha criminal do indiciado aponta prisão em flagrante na cidade no dia 25 de agosto de 2017

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 13/01/2022 às 12:24
Blog Imagem
Veja a ficha completa no Blog - FOTO: Blog Imagem
Leitura:

Marcelo da Silva foi preso em agosto de 2017 em flagrante e quase foi morto pela população de Trindade. A imprensa local registrou o crime. Veja mais abaixo.

Sem alarde, nesta terça-feira, a Justiça de Petrolina determinou que o preso Marcelo da Silva, indiciado nesta quarta-feira pela morte da menina Beatriz, em Petrolina, em 2015, fosse retirado imediatamente do presídio de Salgueiro para continuar cumprindo pena em uma cela individual, na penitenciária de Petrolina (Dpeg).

A medida foi solicitada pelas autoridades por medida de segurança, depois que o nome do presidiário veio a público, nesta terça-feira. A SDS informou que ele confessou o crime, conforme revelou em primeira mão o blog de Jamildo, ontem.

"Existe uma norma entre os presos: um sujeito desse, envolvido com estupro e homicídio de criança tem que ser “justiçado”. Inclusive quando foi pego em Trindade levou uma baita de uma surra das pessoas. Com a repercussão do caso, pode morrer pelas mãos dos outros detentos. É comum isso acontecer. Cabe ao Estado evitar, por isso a transferência para cela isolada", explica uma fonte do blog.

Do Portal do Araripe, na época

Um crime de estupro chocou a cidade de Trindade nessa sexta feira (25 de agosto de 2017).

Tudo começou quando uma menina de 9 anos saiu para comprar pão no bairro São Geraldo, onde reside e não retornou. A partir dai começou a sua procura com os familiares e membros do conselho tutelar, além de rádio e redes sociais.

Por volta das 13h, ela foi encontrada no mesmo bairro. A criança foi levada para dentro de uma residência e violentada sexualmente por um vizinho de aproximadamente 30 anos. Segundo relato de populares a garota passou a manhã inteira trancada no interior da residência do estuprador, que obrigou a menor a ingerir bebidas alcoólicas (vinho). Mas a criança conseguiu abrir a porta e pedir ajuda aos vizinhos.

Tomando conhecimento do ocorrido, a população resolveu fazer justiça com as próprias mãos tentando linchar o estuprador, chegando a agredir o autor do delito, que ficou com graves ferimentos e sangramentos, principalmente na cabeça. Os populares só não espancaram até a morte por que a policia interviu. Uma ambulância tentou prestar socorro ao homem, más foi impedida pelos populares.

Durante as primeiras horas da tarde já havia milhares de pessoas em volta da casa do estuprador, o que dificultava o trabalho da policia de fazer a retirada e prestar socorro. Em alguns momentos de tensão a população tentou invadir a residência, sendo necessário solicitar reforço policial para conter a multidão.

Em uma grande operação comandada pelo capitão Barros, que contou com vários policiais, o corpo foi retirado da residência e levado em um veiculo do IML. Até o fechamento dessa matéria há informações de que a criança passou a tarde em uma unidade hospitalar realizando exames. Já o estuprador foi para a UTI em estado gravíssimo.

João Andrade / Arquivo pessoal
Moradores de Trindade foram para frente da casa do suspeito - João Andrade / Arquivo pessoal

Veja abaixo o relato do G1, da Globo

Uma criança de 9 anos foi estuprada na cidade de Trindade, no Sertão de Pernambuco. O caso aconteceu na sexta-feira (25) e, de acordo com o delegado Moari Drumond Pimenta, responsável pelas investigações, o suspeito do crime é um ex-presidiário, de 36 anos, vizinho da família da vítima.

De acordo com a polícia, a menina desapareceu por volta das 8h, quando saiu de casa para comprar pão. O suspeito sequestrou a criança, após pedir que ela o ajudasse a pegar um determinado objeto. A vítima foi mantida em cárcere privado, violentada sexualmente, agredida fisicamente e psicologicamente, com ameaças. O suspeito ainda teria dado dois copos de vinho para a criança.

Após o desaparecimento, familiares, vizinhos e demais moradores da cidade iniciaram uma buscar na tentativa de encontrar a menina. A garota só foi localizada quando fugiu da casa do suspeito. A criança foi encaminhada para o hospital, em Ouricuri, também no Sertão, onde passou por exames que comprovaram o abuso. A menina permanece hospitalizada.

Segundo a polícia, o homem é pouco conhecido e ficava viajando entre as cidades de Petrolina e Trindade. Após a descoberta do caso, moradores invadiram a casa do suspeito e o espancaram. As agressões só pararam com a chegada da polícia. O homem foi levado para o hospital de Ouricuri, onde permanece preso sob custódia. Ele foi autuado em flagrante e deve responder por estupro de vulnerável, cárcere privado, lesão corporal e por fornecer bebida a menor de idade.

Blog Imagem
Ficha criminal do acusado no laudo policial do caso Beatriz - Blog Imagem

Comentários

Últimas notícias