Aglomeração

Internação em UTI de pacientes covid cresce 18% após festas de final de ano

O principal fator que impulsionou esse crescimento foi o aumento de internações na região sudeste.

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 20/01/2022 às 9:45
ED JONES / AFP
Pelo segundo ano, pandemia ofusca chegada do novo ano - FOTO: ED JONES / AFP
Leitura:

Dados da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) apontam para o crescimento da taxa de internação em UTI Covid-19 nas instituições associadas.

O índice estava em 40,84% entre os dias 25 e 31 de dezembro de 2021 e passou para 58,75% entre 8 e 14 de janeiro de 2022, um aumento de 17,91 p.p na taxa de ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19.

No mesmo período, o percentual de ocupação de alas Covid também subiu de 47,31% para 77,07%, levando ao crescimento de 29,76 p.p.

O principal fator que impulsionou esse crescimento foi o aumento de internações na região sudeste.

Para Antônio Britto, diretor-executivo da Anahp, apesar do crescimento, o número de internação é considerado baixo, uma vez que a proporção de leitos Covid em relação ao total de leitos ainda é pequena.

“A cobertura vacinal da população está contribuindo muito para que os casos não sejam graves. O que notamos é um número grande pessoas contaminadas, mas que não se reflete na mesma proporção nas internações”.

“No entanto, a associação reforça o estado de atenção e cautela para que os índices sigam controlados e que seja ponderada a necessidade de abertura de novos leitos”, disse Britto.

Comentários

Últimas notícias