15
jul

O rally de regularidade em Pernambuco

15 / jul
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 7:41

rally

 

Um esporte definido pela regularidade, que carrega ela no nome, mas só recentemente está reconquistando-a em Pernambuco. Estamos falando do Rally de Regularidade, uma modalidade que era muito forte no Estado e depois de seis anos foi retomada com tudo. Ela voltou a ser disputada com frequência em 2016 e hoje já reúne quase 50 duplas e conquistas expressivas a nível regional.

 

Leia mais:

Encarando a Estrada da Morte

El Chepe: A mágica viagem de trem que corta o México

Um mergulho nos cânions do Velho Chico

 

A tal regularidade só veio depois de um momento de estagnação do esporte no Estado. “O rally em Pernambuco sempre foi forte, inclusive com bons resultados em competições de fora. Mas aos poucos foi enfraquecendo até que de 2008 a 2014 não foram realizadas provas regulares, apenas uma outra isolada, sem representatividade. Até que em 2015 a turma se reuniu para tentar fazer uma prova, acabou saindo três e um esboço de uma competição”, explicou um dos organizadores Claribenor Freitas Filho.

 

 

Em 2016, a ideia virou realidade e foi organizado o Campeonato Pernambucano com regulamento homologado pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e supervisão da FPEA (Federação Pernambucana de Automobilismo). Foram quatro provas, além de uma extra em dezembro. Ano passado, foram programadas cinco provas oficiais e mais duas extras. E a tendência é crescer ainda mais.

Atualmente o campeonato é dividido em quatro categorias: Turismo Light para iniciantes (sem necessidade de carro ou equipamentos especiais), Turismo (para participantes com experiência mediana) e Graduados (voltado para quem tem muita experiência) e UTV. São cinco etapas, no Cabo de Santo Agostinho, Goiana, Gravatá, São Lourenço da Mata e Aldeia.

 

 

“Estamos com uma uma média de 50 carros competindo e uma adesão cada vez mais forte, pois para participar é muito fácil e prático. Basta possuir uma 4×4, entrar no site www.rallyoe.com.br, fazer um cadastro e brincar. Não precisa ter experiência, os rallys não quebram os carros e sempre fazemos curso de navegação para os iniciantes”, afirmou Claribenor.

Como o próprio nome diz, o que vale no esporte é regularidade, como explica o diretor de provas Leonardo Moura: “A prova consiste em você cumprir um determinado percurso e um tempo estabelecido. O competir tem média de velocidade e distância a cumprir. Não pode andar nem adiantado nem atrasado, pois existem os postos de cronometragem. Se passar fora do tempo será penalizado e aí ganha quem perder menos pontos”.

 

 

PAIXÃO

A modalidade é mesmo uma paixão entre os competidores. Que o diga o representante comercial Gilmar Comin. “Eu a conheci por acaso quando um amigo me convidou quando estávamos em um lava-jato. É um esporte que não te oferece risco algum e te possibilita você sair do estresse do dia-a-dia. O rally me proporcionou mais do que novas amizades e sim uma segunda família”, garantiu.

* Esta reportagem foi publicada originalmente no dia 12/06/17 e reeditada para a data de hoje

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também