18
nov

A paz do Poço do Diabo

18 / nov
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 8:03

Poço do Diabo

 

Nem ligue para o nome. O Poço do Diabo é um lugar de paz e tranquilidade. Existem várias versões para a origem do nome. Uma delas conta que escravos negros que tentavam fugir com diamantes eram jogados e afogados no local. Lendas à parte, o fato é que a área é bem bonita e merece a visitação. Ele fica em Lençois, na Chapada Diamantina, e o acesso é fácil pela BR-242. Ou seja perfeito para quem não dispõe de muito tempo ou não gosta de trilhas muito longas e cansativas.

 

Leia mais: 

Vinte coisas que não podem faltar na mochila para a Chapada Diamantina

Cachoeira da Fumaça, a segunda maior do Brasil

Os deslumbrantes poços da Chapada Diamantina: Poço Encantado e Azul

Cachoeira do Buracão: Beleza no aumentativo na Chapada Diamantina

Encarando a Estrada da Morte

 

 

Ao chegar na entrada do Poço do Diabo o turista encontra um bom apoio com lanchonete, loja de souvernirs e banheiro. Depois é hora da caminhada que é curta e agradável com belas paisagens no leito do Rio Mucugezinho, com sua cor caramelo parecendo Coca-Cola. Cerca de meia hora depois você já se depara com a queda d’água que pode não ser tão grande quanto as outras da Chapada, mas é linda e mais acessível.

 

 

Para entrar na água, como é comum em qualquer ponto da chapada, é preciso disposição. Não por conta da correnteza, mas do frio mesmo. A temperatura gelada, no entanto, logo é esquecida quando você vai nadando e chega até a base da cachoeira. Momento que faz valer a pena qualquer esforço. No final você se dá conta de que o Poço do Diabo, apesar do nome chamativo, é um santo programa.

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também