02
dez

Snorkel e caiaque são as pedidas na Ilha de Santo Aleixo

02 / dez
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 8:01

Ilha de Santo Aleixo

 

A beleza das praias da Ilha de Santo Aleixo é tanta que não se deve apenas contemplar, mas também interagir. Pra que ficar apenas admirando da areia da praia o mar quando se pode curti-lo mais com atividades como o caiaque e o snorkeling, também conhecido como mergulho livre, com máscara e tubo de respiração em águas rasas. Ambas são perfeitas para ser realizadas no local porque as águas são calmas e transparentes.

 

 

Leia mais:

A calmaria e a beleza da Ilha de Santo Aleixo em Sirinhaém

Cachoeira do Buracão: Beleza no aumentativo na Chapada Diamantina

A beleza da Coroa do Avião em Igarassu

Onde comer e se hospedar em Serra Negra

Encarando a Estrada da Morte

 

Para quem já é apaixonado por mergulho ou deseja experimentar pela primeira vez nada mais indicado do que a Praia da Ferradura. O próprio formato dela ajuda a conter a força das ondas fazendo com que ela se transforme em uma piscina natural gigante. A tranquilidade do mar ali facilita a flutuação e a observação do lindo universo submerso. Os kits de snorkel para aluguel podem ser encontrados tanto no continente como na ilha. Os preços vão geralmente de R$ 15 o kit clássico com óculos e tubo de respiração e R$ 30 as máscaras mais modernas que vem com o snorkel integrado. O valor é para o uso durante o dia inteiro.

 

 

A gerente de loja, Layssa Aquino, de 27 anos, é figurinha fácil de ser encontrada mergulhando no local. “Eu venho em média uma vez no mês aqui e espero todo mundo sair para poder mergulhar tranquilamente com meu snorkel e câmera. Prefiro ficar perto dos peixes do que das pessoas”, brincou Layssa, rindo à toa na água. Para ela é díficil descrever a sensação debaixo d’água. “Não sei falar ao certo, só mergulhando para sentir. Vejo muitos peixes e até já vi tartarugas. Lá embaixo você se sente mais leve, livre e em paz. Pra mim a melhor parte da Ilha de Santo Aleixo é mergulhar aqui”, afirmou.

 

 

A designer Raisa Magalhães, de 30 anos, nunca havia tentado mergulhar com máscara de snorkel e resolveu experimentar na ilha. “Como eu não sei nadar tenho um pouco de pânico de engolir água, mas com a máscara me senti mais segura e com a visão mais ampla dela pude admirar mais. A sensação embaixo d’água é diferente. Naquele silêncio você consegue ver cores e texturas diferentes, um ambiente novo para explorar”, disse Raisa.

 

 

Se a sua praia é o caiaque o melhor é ir para a do outro lado que fica perto das rochas e do oceano. Na maré baixa, as águas ficam mais tranquilas e perfeitas para se deslizar à bordo de um caiaque que, por sinal, é oferecido gratuitamente. A instrutora de pilates Gabriela Beltrão, de 27 anos, aprovou.

 

 

“É a minha primeira vez na ilha, já havia falado muito nela, estava curtindo a praia quando eu vi o caiaque. Peguei um e vi o quanto a visão daqui é impressionante da ilha daqui do mar. Admirar a água límpida e a vegetação maravilhosa, estou realmente maravilhada”, contou Gabriela.

 

 

REDES SOCIAIS:

 

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também