13
ago

Começa, enfim, a requalificação viária da Segunda Perimetral do Recife

13 / ago
Publicado por Roberta Soares às 11:00

Rua Real da Torre, na Torre, é uma das vias que receberá nova iluminação, terá calçadas refeitas e o reforço da faixa exclusiva de ônibus. Fotos: Arquivo JC Imagem

 

As obras de requalificação da Segunda Perimetral do Recife, corredor composto por várias avenidas que liga a Zona Oeste à Zona Norte da cidade, entraram em nova etapa desde ontem. Após a recuperação do sistema de drenagem nos cinco quilômetros que compreendem a primeira de quatro etapas, terão início os serviços de pavimentação do corredor, uma obra prometida desde o PAC 2 Mobilidade Grandes Cidades, anunciado pelo governo federal ainda em 2012, na época em que o País preparava a arrumação para a Copa do Mundo de 2014. Para minimizar os impactos na circulação viária nos bairros da Torre e da Madalena – já que a Segunda Perimetral é composta por vias de tráfego intenso –, os trabalhos serão executados apenas à noite, entre 20h e 5h. As vias receberão nova iluminação, uma faixa exclusiva para o transporte público por ônibus, ciclofaixas em vias secundárias e as calçadas serão refeitas. O custo dessa etapa é de R$ 37 milhões, dinheiro obtido via financiamento da Prefeitura do Recife junto à Caixa Econômica Federal (CEF).

LEIA MAIS
Projetos de mobilidade estão ameaçados no Recife

A intervenção atual acontecerá na Avenida Visconde de Albuquerque (altura do Hospital D´Ávila) e Rua José Bonifácio, na Madalena, até o Viaduto Torre-Parnamirim (imediações do supermercado Carrefour), na Torre. Essa etapa da intervenção deverá ficar pronta até o dia 6 de setembro. Assim que o pavimento for refeito nessas vias, a obra passará para o sentido contrário, atingindo a Rua Real da Torre, na Torre, e a Rua João Ivo da Silva, na Madalena. A previsão da Autarquia de Urbanização do Recife (URB), responsável pela obra, é que todo o trabalho seja concluído até o fim do ano.

Toda a requalificação da Segunda Perimetral está divida em quatro etapas, das quais apenas uma teve os projetos executivos licitados, e é orçada em R$ 250 milhões. Segundo a URB, uma empresa já foi contratada (após licitação pública) para desenvolver os projetos executivos das próximas etapas. A segunda fase da requalificação deve ser iniciada no primeiro semestre de 2020, mas ainda sem uma data certa. Ela compreenderá a Estrada dos Remédios, a partir da Rua Imperial, em Afogados, até a Avenida Visconde de Albuquerque, na Madalena. No sentido contrário: parte da Avenida João Ivo da Silva e a Avenida Cosme Viana, em Afogados.

“A população será bastante beneficiada porque o projeto prevê, além da pavimentação das vias, a implantação de uma faixa exclusiva para os ônibus, uma nova iluminação toda em LED, recuperação das calçadas e, nas vias secundárias, a criação de uma rota ciclável de 1,4 quilômetro. As pessoas terão mais conforto para andar de ônibus, para caminhar e se sentirão mais seguras porque a iluminação das vias será totalmente trocada. Também iremos recuperar e instalar, nessa primeira etapa, 11 paradas de ônibus no mesmo modelo dos abrigos existentes na Avenida Agamenon Magalhães (com bancos e área para publicidade”, explica o presidente da URB, João Alberto Costa.

Avenida Visconde de Albuquerque, na Madalena, é um dos corredores que compõem a Segunda Perimetral

 

HISTÓRICO
A requalificação da Segunda Perimetral faz parte de um pacote de obras bem maior, cujo financiamento o Recife quase perde no início da primeira gestão do prefeito Geraldo Júlio (PSB) porque não fez os projetos executivos e ficou sem recursos para a contrapartida. Seriam três projetos no total, que poderiam ajudar a capital a avançar no tema da mobilidade urbana. Além da Segunda Perimetral, há os corredores da Terceira Perimetral (Zona Oeste à Zona Norte) e o corredor Radial Sul, um elo entre o Ibura e a orla de Boa Viagem, na Zona Sul. Juntos, os três projetos totalizavam R$ 812 milhões em financiamentos. Mas, por enquanto, o Recife está viabilizando apenas a requalificação da Segunda Perimetral.


Veja também