13
mar

Eliminação do Manchester deixa Mourinho na berlinda

13 / mar
Publicado por Marcos Leandro às 18:41

 

Foto: Oli SCARFF / AFP

 

O Manchester United sofreu um grande baque, que pode ter grandes consequências para o futuro dos Diabos Vermelhos. Mesmo jogando em Old Trafford, os ingleses foram derrotados por 2×1 pelo Sevilla pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa nesta terça-feira (13/3). Os espanhóis seguem na competição, os comandados de José Mourinho estão eliminados. O jogo da ida terminou empatado por 0x0.

É justamente o futuro de Mourinho no Manchester a grande questão. Em janeiro, o clube anunciou a renovação do contrato do “Special One” até 2020. Porém, essa eliminação pode ter sérias consequências na vida dos Diabos Vermelhos. Mourinho deve ser alvo de muitas críticas da torcida. E vale a pena lembrar que o nome do português é citado como um dos prováveis técnicos do Paris Saint-Germain, que deve demitir em breve Unai Emery.

No outro jogo desta terça, a Roma venceu o Shakhtar por 1×0 no estádio Olímpico e também se classificou para as quartas. Na Ucrânia, o Shakhtar fez 2×1. Os italianos avançaram pelo gol marcado fora de casa.

 

 

VEJA TAMBÉM

Juventus tira Tottenham em Wembley

Sem Neymar, PSG perde de novo para o Real Madrid

 

O JOGO

Por Estadão Conteúdo

O Sevilla conquistou um resultado histórico. Após 60 anos, o time espanhol voltou a ter o direito de disputar uma vaga às quartas de final da Liga dos Campeões. O herói da classificação foi o atacante francês Ben Yedder, de 27 anos. Ele entrou no segundo tempo da partida e marcou os dois gols do time espanhol. No segundo, contou com boa colaboração do goleiro De Gea, que tentou espalmar por cima do gol e mandou contra a própria meta. Lukaku descontou.

Manchester e Sevilla fizeram um primeiro tempo de muita marcação, truncado e com raras chances de gol. Nos 45 minutos iniciais houve apenas três finalizações certas, duas do time da casa e outra dos visitantes. Mas nada que causasse comoção nas arquibancadas.

Assim como no jogo de ida, o técnico José Mourinho optou por deixar o volante Pogba na reserva. O jogador francês entrou apenas no segundo tempo na vaga de Fellaini, quando a partida esquentou um pouco. No Sevilla o brasileiro Guilherme Arana permaneceu os 90 minutos no banco de reservas.

 

 

 

O United assustou primeiro. Lingard recebeu na área de Lukaku e o goleiro Sergio Rico mandou para escanteio. O Sevilla não fazia uma grande partida, mas encontrou o gol aos 29 minutos, com Ben Yedder, que havia acabado de entrar na vaga de Muriel. Ele recebeu belo passe de Sarabia, invadiu a área livre e bateu colocado no canto esquerdo de De Gea.

Com o time da casa ainda atordoado, o Sevilla voltou ao ataque e ampliou três minutos mais tarde. Após cobrança de escanteio da esquerda, Correa desviou, e Ben Yedder cabeceou na segunda trave. De Gea tentou tirar, mas mandou para dentro. O Manchester United ainda conseguiu se recompor, diminuiu a vantagem, com um gol de Lukaku após cobrança de escanteio. Mas não houve tempo para buscar mais dois e virar a partida.

O Sevilla agora aguarda pelo sorteio dos confrontos da próxima fase, que acontecerá na sexta-feira, em Nyon, na Suíça, na sede da Uefa. As partidas de ida acontecerão nos dias 3 e 4 de abril e as de volta serão realizadas nos dias 10 a 11. A expectativa agora é que a equipe espanhola tenha uma sorte melhor do que quando avançou até essa fase do torneio em 1958. Na ocasião, quando a competição ainda se chamava Taça dos Campeões Europeus, o Sevilla perdeu o jogo de ida para o Real Madrid por 8×0 e empatou a volta em 2×2.

 

 

publicidade


Veja também