04
fev

Liverpool “torra” gordura e vê ameaça real do Manchester City

04 / fev
Publicado por Marcos Leandro às 18:57

 

Há duas rodadas, os torcedores do Liverpool estavam fazendo as contas de forma mais otimista possível. Colocar sete pontos de diferença para o Manchester City era real. Mas ficou na teoria. Após dois empates – 1×1 contra o Leicester e também ante o West Ham, nesta segunda (4/2) -, os Reds viram a distância diminuir para apenas três pontos.

O Liverpool soma 62 pontos, contra 59 do Manchester City, que no domingo fez 3×1 no Arsenal. Quem também sonha com o título outra vez é o Tottenham, que tem 57. O Chelsea, com 50, fecha o G-4. O Manchester United é o quinto, com 48.

O JOGO

Por Estadão Conteúdo

Atuando em casa, o West Ham impôs pressão no começo da partida, mas não aproveitou as suas oportunidades e ainda foi vazado. O Liverpool largou na frente aos 21 minutos do primeiro tempo com um gol marcado por uma irregularidade, não observada pela arbitragem. No lance, Lallana acionou Milner, que estava impedido. A arbitragem, porém, não percebeu, a jogada seguiu e ele cruzou para Mané, que girou e bateu de esquerda, colocando o seu time em vantagem.

Só que a resposta do West Ham foi quase imediata, aumentando a sua presença no campo de ataque. E, aos 27, em cobrança de falta, o brasileiro Felipe Anderson, destaque do time londrino na partida, encontrou Michail Antonio livre na grande área. Ele aproveitou o posicionamento privilegiado para bater cruzado, igualando o placar.

No segundo tempo, o Liverpool foi mais ofensivo, com a intenção de evitar o segundo empate consecutivo no Inglês, mas pecou nas finalizações. Salah teve duas oportunidades, mas não aproveitou, assim como Origi, que substituiu Firmino na etapa final e também falhou em chance clara nos acréscimos. Assim, o time não foi além do 1×1. O Liverpool voltará a campo pelo Inglês no sábado, quando vai receber o Bournemouth sob o risco de já não ser mais o líder do Inglês. No mesmo dia, o West Ham será visitante contra o Crystal Palace.

publicidade


Veja também