26
abr

Libertadores: quem está classificado e quem depende da última rodada

26 / abr
Publicado por Marcos Leandro às 11:06

Carl DE SOUZA / AFP

 

Faltando uma rodada para o fim da fase de grupos da Libertadores, alguns times tradicionais, dentre eles os brasileiros Internacional, Cruzeiro, Athletico-PR e Palmeiras, além do River Plate, já estão classificados para as oitavas de final. Em contrapartida, Flamengo, Grêmio e Boca Juniors ainda dependem da última rodada para avançar.

No Grupo A, o Inter faz uma grande campanha, com quatro vitórias e um empate. Com 13 pontos, já garantiu a liderança da chave, mesmo antes da disputa da última partida, contra o River Plate, em Buenos Aires. Os Milionários, atuais campeões da competição, também estão classificados.

 

 

No Grupo B, o Cruzeiro 100% (cinco vitórias em cinco jogos) faz uma campanha ainda melhor. A segunda vaga está sendo disputada por Emelec (seis pontos) e Deportivo Lara-VEN (cinco). Na última rodada, os equatorianos visitam o Cruzeiro no Mineirão, enquanto os venezuelanos jogam fora de casa contra o eliminado Huracán.

No Grupo C, muito equilíbrio. Com nove pontos, o Olimpia-PAR está no mata-mata. Godoy Cruz-ARG e Universidad Concepción, do Chile, somam seis pontos, dois a mais do que o peruano Sporting Cristal. O Olimpia recebe o Sporting Cristal. Na Argentina, tem Godoy Cruz x Universidad Concepción.

 

 

No Grupo D, três times lutam pelas duas vagas. Flamengo e Peñarol têm nove pontos, contra sete da LDU. O San José, com quatro, está fora. Na última rodada, o rubro-negro joga pelo empate no Uruguai contra o Peñarol, por ter melhor saldo de gols. Mas se perder e a LDU bater o San José, o Flamengo fica fora.

No Grupo E, o Atlético-MG, apenas com três pontos, está eliminado. Cerro Porteño e Nacional-URU, ambos com 12, lutam pelo primeiro lugar da chave.

No Grupo F, Palmeiras (12 pontos) e San Lorenzo (10) disputam a primeira colocação na última rodada. O jogo será em São Paulo.

No Grupo G, o Athletico-PR, com nove, está garantido e vai defender a liderança com o Boca Juniors, na Bombonera. O Boca tem oito pontos, três a mais do que o Tolima, que encara o Jorge Wilstermann e ainda sonha com a segunda vaga, apesar do saldo de gols ruim.

No Grupo H, o Grêmio ressurgiu das cinzas e precisa de um empate contra a Universidad Católica em casa para avançar em segundo lugar. O Libertad-PAR, com 12, já é líder.

publicidade


Veja também