Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL

Batwoman será a primeira heroína lésbica da DC a protagonizar série na TV

O Viral
Cadastrado por
O Viral
Publicado em 20/07/2018 às 16:53
Leitura:
Imagem:Reprodução A Batwoman, personagem marcante do 'universo DC', vai ganhar série de TV. A heroína poderá ser vista pelas ruas de Gothan City em 2019. De acordo com a revista Veriety, o canal CW já está trabalhando em uma produção exclusiva para Kate Kane. A personagem, que ainda não teve sua intérprete anunciada, é a primeira abertamente lésbica da DC. A informação foi confirmada por Greg Berlanti, produtor responsável pelo universo DC na televisão. Porém, antes de ganhar uma série própria, a "Mulher-Morcego" deve dar as caras em um episódio crossover especial das séries "Flash", "Arrow", "Legends of Tomorrow" e "Supergirl". A ideia é que depois da aparição ela ganhe uma história pra chamar de sua. Imagem:Reprodução Além de Berlanti, que produz as quatro séries do universo DC, a história ainda vai contar com Caroline Dries, de "The Vampire Diaries", como roteirista e produtora executiva. A primeira aparição da Batwoman nos quadrinhos Curiosidades sobre a Batwoman:
  • Batwoman é o alter ego de Kate Kane, uma mulher lésbica, lutadora altamente treinada e de personalidade complexa.
  • A personagem apareceu em 1956 pela primeira vez nos quadrinhos com o nome: Kathy Kane.
  • Originalmente não era homossexual.
  • Ironicamente, ela foi criada para ser par romântico do Batman e diminuir as especulações sobre a sexualidade do Homem-Morcego depois que o livro "Seduction of the Innocent", lançado em 1954, acusava as HQs de serem má influência para as crianças. Insinuando que Batman e Robin formavam um casal.
  • Na primeira versão, Kathy era uma artista de circo que, após se tornar milionária, passou a combater o crime inspirada pelo Batman.
  • Após um longo período fora dos quadrinhos, Batwoman retornou em 2006. Além de lésbica, Kate Kane tinha ascendência judia.

Leia mais

Gibi do Super-Homem pode ser arrematado por valor milionário Super-heróis ‘ganham vida’ em galeria de fotógrafo japonês Com informações do Hypeness

Últimas notícias