Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
Cocô de gado

Médicos da Índia alertam para que população não use cocô de gado contra a COVID-19

Como na Índia a vaca é sagrada, os hinduístas acreditam que tomando banho de esterco poderá se prevenir do coronavírus. Na verdade, estão correndo risco de infecção por outras doenças

Ruana Quan
Ruana Quan
Publicado em 12/05/2021 às 14:50
Notícia
Reprodução/Vídeo/New York Post
Indianos ferem a orientação mundial da saúde nos rituais do banho de estrume de vaca - FOTO: Reprodução/Vídeo/New York Post
Leitura:

Por causa da população indiana, os médicos se viram no dever de advertir que tomar banho de cocô de gado não os protegem contra o coronavírus e que podem está adquirindo outras doenças. 

Pessoas do estado de Gujarat, estão indo até aos currais uma vez por semana pra tomar banho de cocô e xixi de gado, jurando que estará imune ao Covid-19, ou até mesmo se curando o vírus. 

Reprodução/Vídeo/New York Post
Pessoas tomam banho de estrume de vaca acreditando se prevenir do Covid-19 - Reprodução/Vídeo/New York Post

Mais de 22,6 milhões de indianos foram infectados pelo coronavírus, sendo notificada a morte de mais de 246 mil pessoas, o número real pode ser 10 vezes maior, segundo os especialistas. Por faltar oxigênios, leitos nos hospitais e remédios muitas pessoas acabam morrendo sem tratamento.  

Os hindus acreditam que a vaca é um animal sagrado, como a representação da vida e da terra. O  esterco da vaca por séculos foi usado em rituais religiosos pelos hindus. Com a crença que o cocô seria terapêutico. 

Gautam Manilal Borisa, é gerente de uma empresa farmacêutica e frequenta uma escola de monges hindus para tomar banho com o estrume. "Vemos até mesmo médicos aqui. A crença deles é que essa terapia melhora a imunidade e que eles podem atender os pacientes sem receio", disse. 

Reprodução/Vídeo/New York Post
Indianos acreditam que tomar banho de fezes da vaca ficam imunes ao COVID-19 - Reprodução/Vídeo/New York Post

Os integrantes passam a mistura do cocô com xixi em seus corpos e esperam secar. Depois de seco, eles fazem uma espécie de ritual, se abraçam, fazem reverência às vacas que estão por perto e praticam yoga. Para concluir a prática, eles tomam banho de leite como forma de purificação. 

O doutor J.A. Jayalal, é presidente da Associação Médica Indiana, e alegou que não está comprovado em nenhum estudo científico que a mistura do estrume com a urina da vaca tem eficácia na imunidade contra a covid-19. Ressaltou que "Há risco à saúde ao usar esses produtos. Doenças dos animais podem contaminar os humanos".

Os rituais vão contra as orientações mundiais de saúde que pedem que não haja aglomeração afim de evitar a proliferação do coronavírus. 

 

Reprodução/Vídeo/New York Post
Pessoas tomam banho de estrume de vaca acreditando se prevenir do Covid-19 - FOTO:Reprodução/Vídeo/New York Post
Reprodução/Vídeo/New York Post
Indianos acreditam que tomar banho de fezes da vaca ficam imunes ao COVID-19 - FOTO:Reprodução/Vídeo/New York Post

Comentários

Últimas notícias