Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
CIÊNCIA

Histórico: sonda Parker da Nasa ‘toca’ o sol após 3 anos de lançamento

Ato marca a primeira vez que a humanidade conseguiu "tocar o Sol"

Caio César
Caio César
Publicado em 17/12/2021 às 11:48 | Atualizado em 17/12/2021 às 11:48
Nasa/Johns Hopkins APL/Steve Gribben
Durante 5 horas, a uma distância de 13,03 milhões de km, a aeronave conseguiu coletar novas informações na área solar. - FOTO: Nasa/Johns Hopkins APL/Steve Gribben
Leitura:

A sonda solar Parker da NASA (National Aeronautics and Space Administration), após mais três anos de lançamento, conseguiu um feito histórico: entrou na atmosfera e conseguiu tocar o sol. Durante 5 horas, a aeronave conseguiu coletar novas informações na área.

A chegada na atmosfera solar, também conhecida como coroa, resultou em um documento (paper) manuscrito publicado no Physical Review Letters, disponível gratuitamente para download e acesso público. "Isso marca a nova era da compreensão física ao redor da coroa”, afirmou em vídeo da Nasa, o autor primário do paper e co-CTO interino da BWX Technologies, Justin C. Kasper.

Segundo o administrador associado do Diretório de Missões Científicas da Nasa, em Washington, Thomas Zurbuchen, essa conquista ajuda a contribuir para um estudo mais aprofundado a respeito da estrela solar.

“Essa conquista não apenas nos fornece um entendimento mais aprofundado da evolução do Sol, mas tudo o que aprendemos sobre a nossa própria estrela também nos ensina sobre os astros no resto do universo”, relata.

A superfície de Alfvén é um ponto específico onde as forças gravitacionais e magnéticas da estrela exercem controle direto sobre os ventos solares, essas informações foram cedidas a partir de dados preliminares da navegação da sonda.

Alguns pesquisadores acreditam na possibilidade de reversões inesperadas no campo magnético do Sol nascer na superfície - chamado o efeito zigue-zague”, ou em inglês (“solar switchbacks”). Há também quem pense que essa ideia de entrar na atmosfera através de uma sonda, seja atual. Entretanto, de acordo com Kasper, esse conceito é mais antigo que a própria NASA.

Outra descoberta interessante é que em paralelo a terra, o Sol não possui uma superfície sólida. Por este motivo, é impossível conseguir pousar na atmosfera da estrela. Além disso, é extremamente aquecido e feito de material atrelado pelas imensas forças gravitacionais e magnéticas.

A sonda, durante sua oitava passagem, se deparou com as condições magnéticas e de partículas específicas que comprovem o início da superfície de Alfvén. Com este feito, a uma distância de 13,03 milhões de km, marca a primeira vez que a humanidade conseguiu “tocar o Sol”.

Comentários

Últimas notícias