10
ago

‘Nenhuma criança nasce preconceituosa’, diz menina de oito anos a vereadores de Palmas

10 / ago
Publicado por O Viral às 14:05

Imagem: Reprodução / Instagram (@prof_juniorgeo)

Maria Luiza é uma garotinha de apenas oito anos. Na última terça-feira (7), ela discursou na Câmara dos Vereadores de Palmas, Tocantins, contra um projeto de lei que pedia a mudança do nome do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei). O motivo? O local deveria se chamar Arco-Íris, ao invés de Romilda Budke Guarda, como consta hoje, mas o vereador Felipe Martins, autor do processo, alegou que o nome poderia fazer apologia à homossexualidade.

Em sua palavras, a pequena disse “Eu, como criança, digo: o preconceito não me representa, o desrespeito não me representa, a intolerância não me representa, o ódio não me representa. Somos diferentes uns dos outros, mas temos direito à igualdade. Homens, mulheres, negros ou gays somos todos seres humanos e devemos respeitar e acolher a opinião e opção de cada um”. Uma verdadeira aula de tolerância e amor!

Imagem: Reprodução / Instagram (@prof_juniorgeo)

Uma feliz coincidência deu um empurrãozinho para a participação de Malu na Câmara: ela é vizinha do vereador Júnior Geo, do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), e foi ele quem a ajudou chegar até lá. Em sua palavras, a garotinha que vestia uma blusa com a mensagem “Lute como uma garota”, continuou: “Senhores vereadores e vereadoras, nenhuma criança nasce preconceituosa. São os adultos que ensinam isso. E são os adultos que podem ensinar também o respeito, a tolerância e o amor”.

LEIA TAMBÉM: Garotinha de 5 anos envia carta para editora pedindo publicação de seu “livro”

Resistência

Apesar do posicionamento, o autor do processo permaneceu firme diante das palavras de Malu.“Esse debate não é preconceituoso, é um debate de espaço e tentativa de não deixar que uma minoria se sobressaia à maioria”, disse após parabenizá-la. Outros, no entanto, encorajam a menina: “Eu fico muito feliz, Malu, pelo seu posicionamento, pela seriedade como você levou essa situação e pelo olhar de uma criança. É exatamente essa pureza que nós temos que cultivar para que nós tenhamos uma sociedade melhor.”, disse Júnior Geo.

*Com informações do E+

 


Veja também