13
set

Garoto ganha na justiça direito de usar dreadlocks na escola

13 / set
Publicado por O Viral às 17:04

Foto: Reprodução / BBC

Parece mentira, mas não é. A atitude rígida de uma escola em Londres terminou no tribunal, após a instituição suspender um aluno de 12 anos por ele usar dreadlocks. Somente depois de entrar na justiça, Chikayzea Flanders conseguiu o direito de usar o cabelo como quisesse.

Tudo começou quando o garoto recebeu uma ordem da escola Fulham Boys School para que cortasse o cabelo, caso contrário receberia uma suspensão. A mãe de Chikayzea, Tuesday Flanders, recorreu à justiça contra a atitude da escola.

De acordo com ela, a exigência é um ataque à sua religião rastafari. “Como pais, nós confiamos nas escolas e nos professores para ajudar a moldar a vida das crianças através da educação. Mas eles jamais deveriam restringir expressões da sua identidade ou de suas crenças religiosas”, desabafou.

Acordo entre família e escola

Após o episódio, o diretor da escola, Alun Ebenezer, se pronunciou. De acordo com ele, a política rígida de “aparência e uniforme” da escola seria revista, mas não ao ponto de ser muito flexibilizada.

“A nossa política de uniforme serve para que não haja diferenciação entre os alunos cujos pais ganham milhões de libras e o que vieram de famílias mais pobres” comentou Ebenezar, argumentando que parte dos alunos são oriundos de escolas privadas e convivem com alunos de classes menos favorecidas.

Para David Isaac, diretor da Comissão de Igualdade e Direitos Humanos, que ajudou a família com o processo contra a escola, é um avanço a escola reconhecer “suas falhas nessa questão”.

Fonte G1 e BBC


Veja também