05
dez

‘Só queria ser tratado bem’: a história do morador de rua que almoçou em restaurante nobre

05 / dez
Publicado por O Viral às 15:46

Foto: Reprodução / Instagram

Na tarde da última terça-feira (4), um morador de rua, grisalho, chegou a um restaurante no Lourdes, bairro nobre de Belo Horizonte, em Minas Gerais, para almoçar. Mas, ao contrário do que muitos pudessem imaginar, ele queria pagar tudo o que consumisse. Para isso, ele carregava na mão uma nota de R$ 50 – talvez seu único dinheiro.

Acomodado, o homem pediu ao garçon uma entrada com frango, um filé, uma garrafa de vinho e um refrigerante, e foi prontamente atendido. Ao final, pediu a conta. O total cobrado foi de R$ 10.

Na verdade, deu R$ 115, como contou Thaís Alessandra, funcionária do restaurante. Mas a administração do local decidiu cobrar apenas o refrigerante, já que o homem fez questão de pagar o que devia. “Ele só queria ser tratado bem”, pontuou.

Atitude repercutiu na internet

Um grupo de mulher que almoçava no restaurante tirou uma foto do morador de rua almoçando no local e postou em uma rede social. Rapidamente a história viralizou. Até o começo da tarde desta quarta (5), a foto tinha mais de 7,5 mil curtidas no Instagram pessoal de Letícia Junger e 26 mil no perfil @razoesparaacreditar.

Na publicação, Leticia contou que ela e duas amigas, Daniela Zapata e Tatiana Motta, estavam sentadas quando o homem entrou no restaurante com uma nota de R$ 50 na mão. “Ele estava feliz e parecia que aquele momento era só dele”, relatou a mulher na publicação. De acordo com ela, assistir tudo foi um grande exemplo de cidadania, empatia e compaixão. Confira a publicação:

Benvindo Restaurante

De acordo com Thaís Alessandra, da área administrativa do restaurante, o gasto médio por pessoa no estabelecimento é de R$ 74 e o prato mais barato custa R$ 43.


Veja também