07
dez

Sem tinta para imprimir boletim de ocorrência, policiais fazem “cota” em delegacia

07 / dez
Publicado por Raphael Guerra às 11:26

Materiais básicos, como tinta para impressora, continuam em falta na Central de Plantões da Capital. Crédito: Ricardo Labastier/JC Imagem
Materiais básicos, como tinta para impressora, continuam em falta na Central de Plantões da Capital. Crédito: Ricardo Labastier/JC Imagem

A crise na segurança pública em Pernambuco continua prejudicando até os serviços mais básicos nas delegacias. Na última semana, voltou a falar tinta de impressora na Central de Plantões da Capital. Na verdade, isso virou rotina. Policiais estão fazendo até “cotinha” para arrecadar dinheiro e comprar o material para poder imprimir os boletins de ocorrência.

No mês passado, o RondaJC já havia denunciado uma série de problemas registrados na Central de Plantões, inaugurada em março de 2014. Por enquanto, como se vê, a situação permanece crítica. Nos últimos meses, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) também já se posicionou várias vezes sobre as dificuldades enfrentadas pela corporação na Central.

Neste mês de dezembro, com as festas de final de ano e o comércio em ritmo mais acelerado, a tendência é de aumento da violência e no número de prisões. É preciso que a Secretaria de Defesa Social (SDS) dê mais atenção à unidade policial para que não volte a faltar os materiais básicos de trabalho.

Nos grupos de WhatsApp o assunto já virou até piada. Policiais afirmam que as coroas de flores no valor de R$ 90 mil, que serão adquiridas por meio de licitação para o gabinete pessoal do governador Paulo Câmara, serão doadas para a Central de Plantões da Capital, que já agoniza há meses… Será?

 

 


Veja também