06
out

Alessandro Carvalho é exonerado da SDS. Novo secretário assume nesta sexta

06 / out
Publicado por Raphael Guerra às 13:30

Alessandro Carvalho estava a frente da SDS desde dezembro de 2014. Foto: JC Imagem/Arquivo
Alessandro Carvalho estava a frente da SDS desde dezembro de 2013. Foto: JC Imagem/Arquivo

Após meses de especulação, o Governo do Estado comunicou, oficialmente, mudanças na cúpula da Secretaria de Defesa Social (SDS). O delegado federal Alessandro Carvalho foi exonerado do cargo. Nesta sexta-feira (07), o delegado federal aposentado Angelo Fernandes Gioia assume a pasta.

“Quero publicamente agradecer o trabalho e as contribuições que Alessandro deu à área de segurança, como um profissional dedicado e de elevado espírito público. Um grande amigo. E agora também tenho certeza que Angelo, por sua experiência e capacidade, vai se integrar com eficiência ao trabalho do Pacto Pela Vida”, afirmou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Carvalho deixa a secretaria em um momento muito conturbado. Os índices de violência atingem resultados muito negativos. Além disso, a relação entre o secretário e representantes dos sindicatos e associações de profissionais da segurança pública estava bastante complicada.

Alessandro Carvalho assumiu a SDS em dezembro de 2013, após a saída de Wilson Damázio, que foi exonerado pelo então governador Eduardo Campos, após fazer declarações consideradas preconceituosas em entrevista ao Jornal do Commercio.

Confira breve currículo do novo secretário de Defesa Social:

Angelo Fernandes Gioia

– Brasileiro, 62 anos, casado, natural do Rio de Janeiro.
– Delegado da Polícia Federal entre 1996 e 2016
– Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (turma de 1991)

Experiência profissional

– 1° Sargento Especialista em Infantaria de Guarda da Força Aérea Brasileira (1981-1996)
– Chefe da Delegacia de Prevenção e Repressão a Crimes Fazendários, Cuiabá, Mato Grosso (1997-1999);
– Chefe Substituto do Núcleo de Disciplina da Corregedoria Regional de Polícia, Rio de Janeiro (1999-2002);
– instrutor da Academia Nacional de Polícia Federal, Brasília (2001-2002);
– Chefe do Setor de Operações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado e de Inquéritos Especiais, Rio de Janeiro (2002-2003);
– Chefe da Delegacia Especial no Aeroporto Internacional Tom Jobim, Rio de Janeiro (2003);
– Chefe da Delegacia de Controle de Segurança Privada, Rio de Janeiro (2004-2006);
– Delegado Regional Executivo da Superintendência Regional do Distrito Federal (2006-2007);
– Superintendente Regional do Departamento de Polícia Federal no Estado de Pernambuco (2007-2008);
– Superintendente Regional do Departamento de Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro (2008-2011);
– Adido da Polícia Federal na Itália (2011-2013).


Veja também