27
nov

Mais de 450 mil multas por alta velocidade registradas neste ano em Pernambuco

27 / nov
Publicado por Raphael Guerra às 7:30

Mistura de álcool, direção e alta velocidade provocaram tragédia na Tamarineira. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Tragédias como a registrada na noite desse domingo (26), no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife, em que duas famílias foram destruídas em um acidente de trânsito, trazem sempre à tona a necessidade de se discutir punições mais severas aos motoristas que não cumprem as leis. O suspeito de provocar o acidente estava em altíssima velocidade, como afirmam testemunhas e como mostram imagens de câmeras no local. Tragédias semelhantes, provocadas pela mistura do álcool e da direção, se repetem e só deixam dor – além do sentimento de impunidade, na maioria das vezes. O motorista tinha várias multas por alta velocidade. E mesmo assim continuava dirigindo livremente. Estatísticas do Detran revelam que 450 mil multas foram aplicadas a motoristas por excesso de velocidade entre janeiro e outubro deste ano em Pernambuco. Quantos, porém, perderam o direito de dirigir?

Somente no Recife, 145 mil multas foram registradas, sendo quase 130 mil para motoristas que dirigiam com velocidade até 20% acima do permitido. Mais de 16 mil multas foram aplicadas aos que dirigiam com velocidade superior a 20% do permitido. Ou seja, se o máximo na via era 60 km/h, condutores dirigiam no mínimo com velocidades superiores a 72 km/h. No Estado, as estatísticas mostram que mês a mês o número de multas pela irresponsabilidade de motoristas aumenta. Em outubro, 45 mil multas foram aplicadas aos motoristas que dirigiam com velocidade até 20% acima do permitido, enquanto em julho foram 30 mil. Números muito alarmantes e que apontam para os riscos que motoristas e pedestres – inocentes – correm todos os dias.

INVESTIGAÇÃO

O estudante de Engenharia João Victor Ribeiro de Oliveira, de 26 anos, foi autuado em flagrante por duplo homicídio doloso (com intenção de matar) e tripla lesão corporal de natureza grave. Ele será encaminhado ainda na manhã desta segunda-feira (27) para audiência de custódia. O teste de alcoolemia comprovou que ele estava embriagado. As duas crianças feridas no acidente estão internadas em estado grave. O pai delas e marido da mulher que faleceu também está internado, mas não corre risco de morte.

LEIA TAMBÉM

MPPE pede lista de candidatos, fiscais e detectores usados em concurso do TJPE

PM punido por fazer falsa blitz, abordar mulher e abusá-la dentro de carro no Recife

A cada hora, 14 roubos ou furtos são registrados em Pernambuco

 

 

 

 


Veja também