20
dez

No Grande Recife, apenas uma Delegacia da Mulher é 24 horas. Mas cadê o delegado?

20 / dez
Publicado por Raphael Guerra às 8:02

Maioria das delegacias da Mulher fecham à noite e nos fins de semana. Foto: JC Imagem/Arquivo

Se já não bastasse a dificuldade de as vítimas de violência encontrarem uma delegacia aberta à noite ou nos fins de semana, agora elas esbarram com mais um problema: a falta de delegados nas unidades que funcionam em esquema de plantão 24 horas. Na Região Metropolitana do Recife há três delegacias da Mulher. Todas deveriam ser abertas ininterruptamente, mas apenas uma, localizada no bairro de Santo Amaro, não fecha as portas à noite. Mas, nessa terça-feira (19), quem precisou registrar uma ocorrência, tive muita dificuldade.

Por volta das 19h, uma equipe da Guarda Municipal do Recife flagrou um caso de agressão. Vítima e suspeito foram levados para a Delegacia da Mulher, em Santo Amaro. Ao chegar na unidade, porém, receberam a informação de que não havia delegado para registrar o caso e tomar as medidas cabíveis contra o agressor. A sugestão do policial foi que a equipe procurasse a Central de Plantões da Capital, no bairro de Campo Grande. Vejam bem: só há uma delegacia especializada para a Mulher 24 horas por dia e, mesmo assim, ainda falta delegado. Como combater a violência deste jeito?!

PESQUISA

Estudo do Conselho Nacional do Ministério Público revelou que apenas 37% das unidades policiais funcionam 24 horas por dia. No total, 275 delegacias foram visitadas. Destas, apenas 102 não fecham à noite. A pesquisa presencial foi realizada em 2016 em mais de 6 mil delegacias de todo o País.

Exemplos de delegacias fechadas no período da noite e nos fins de semana não faltam aqui no Grande Recife. As delegacias especializadas da Mulher e as gerências de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), localizadas em Jaboatão dos Guararapes e em Paulista,  são algumas delas. Só funcionam das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Quem precisa registrar queixas, deve procurar as unidades especializadas que ficam no Centro do Recife. Delegacias de bairro, como a do Ipsep e a da Joana Bezerra, também estão fechadas no horário noturno e nos fins de semana – prejudicando quem precisa de atendimento. O principal motivo das unidades fechadas, segundo a Polícia Civil, é a falta de efetivo policial.

Se comparado com a situação dos outros estados do Nordeste, Pernambuco está entre os piores resultados. A melhor situação é em Alagoas. Das 120 unidades, 98 funcionam ininterruptamente. No Piauí, 69% também estão abertas 24 horas. O Rio Grande do Norte só conta com 20% das unidades policiais abertas em todos os horários.

 

LEIA TAMBÉM

MPPE vai cobrar delegacias da Mulher abertas 24 horas. E sempre com delegados

Denúncia: 36% dos delegados de Pernambuco não investigam crimes

Policiais civis presos em flagrante após extorsão a dono de oficina em Olinda

A cada hora, 14 roubos ou furtos são registrados em Pernambuco

SDS promete reformar delegacias e batalhões da PM

 


Veja também