Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Mesmo sem brilho, Náutico faz o suficiente e vence o Central fora

Thiago Wagner
Thiago Wagner
Publicado em 01/02/2017 às 22:20
Náutico teve que ir para o Antônio Inácio. Foto: André Nery/JC Imagem
Náutico teve que ir para o Antônio Inácio. Foto: André Nery/JC Imagem
Leitura:

O Náutico não fez uma partida brilhante no contestado gramado do Antônio Inácio, em Caruaru, mas fez o suficiente para vencer o Central nesta quarta-feira, pela segunda rodada do Pernambucano. Coube a Maylson ser o detalhe de um duro confronto marcado mais pelos erros do que pelos acertos. Foi dele o gol da vitória alvirrubra por 1x0.

Com o primeiro êxito no campeonato, o Timbu chega aos quatro pontos e lidera provisoriamente o Estadual. No entanto, ainda poderá ser ultrapassado por Salgueiro ou Sport, que jogam nesta quinta-feira, no Cornélio de Barros. Na próxima rodada, os alvirrubros encaram o Salgueiro, em casa, enquanto a Patativa, lanterna com nenhum ponto, recebe o Santa Cruz. Antes disso, o Náutico tem o Clássico das Emoções no sábado, no Arruda.

LEIA MAIS:

> Confira as imagens da vitória do Náutico nas lentes da JC Imagem

> Confira o gol da vitória do Náutico nas ondas da Rádio Jornal

> Náutico e Santa Cruz invictos. Mas cheio de problemas

> Para Dado, Náutico venceu pelo segundo tempo que fez

CENTRAL LIGADO E NÁUTICO AFOBADO

Diferentemente do duelo contra o Sport, quando foi uma equipe apática no gramado, o Central demonstrou maior agressividade contra o Timbu. Colocou a bola no chão e tocou com maior objetividade, principalmente no primeiro tempo. Tanto que teve boas chances de abrir o placar com Vágner Rosa e Gildo. Mesmo sem brilho, a Patativa foi organizada no gramado.

O Náutico, por outro lado, foi uma equipe afobada. Muito porque fez o contrário do Central. Com a posse de bola, o Timbu apostou muito em chutões. Isso facilitou a vida da Patativa. Vendo que tal estratégia não funcionava, a equipe do técnico Dado Cavalcanti mudou a postura e passou a apostar mais no jogo pelos lados no segundo tempo.

Foto: André Nery/JC Imagem Foto: André Nery/JC Imagem

A mudança deu certo. Foi de uma bola cruzada na área que Maylson mandou para as redes, após toque de cabeça na parte final da segunda etapa. Foi o detalhe necessário para se vencer uma partida dura contra um adversário disposto a não facilitar as coisas.

GRAMADO NÃO ATRAPALHOU

Por mais que o Náutico tivesse questionado bastante o gramado do Antônio Inácio, não foi ele o fator preponderante para a apresentação das duas equipes. É verdade que o campo não estava nas melhores condições, mas não impediu que os times pudessem tocar a bola e criar suas chances. Tanto que tanto o Central como o Náutico tiveram boas oportunidades na partida.

FALTOU CAPRICHO

O primeiro tempo do duelo foi marcado pelos erros, principalmente na finalização. Só o Central teve duas grandes de abrir o placar e cometeu falhas até grosseiras. Na primeira, Vágner Rosa chegou cara a cara com Tiago Cardoso e chutou fraco, enquanto que na segunda Gildo foi tentar aproveitar o rebote e furou como em uma pelada.

Mas o erro na conclusão não foi privilégio da Patativa. O Timbu também pecou na hora de finalizar com Giva. O atacante recebeu cruzamento na área e mandou para fora. Não por acaso Giva e Gildo saíram no intervalo.

FICHA DO JOGO - CENTRAL 0X1 NÁUTICO

Central - Murilo; Sanny, Marlon, Thomás e Altemar; Paulinho, Vágner Rosa (Luís Carlos), David Manteiga e Aílton; Anderson Lessa (Robinho) e Gildo (Kleitinho). Técnico: Laelson Lima.

Náutico - Tiago Cardoso; Joazi, Éwerton Páscoa, Tiago Alves, Manoel; João Ananias, Rodrigo Souza (Cal), Maylson; Jefferson Nem, Alison (Anselmo) e Giva (Erick). Técnico: Dado Cavalcanti.

Pernambucano (2ª rodada). Local: Estádio Antônio Inácio de Souza, em Caruaru. Árbitro: José Woshington da Silva. Assistentes: Ricardo Chianca e Bruno Cesar Vieira. Gol: Maylson (N) aos 34 minutos do 2º tempo. Amarelos: Aílton (C), Giva (N), Rodrigo Souza (N), Sanny (C) e Anselmo (N), Público: 2.060.

Últimas notícias