Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Santa Cruz perde para o Juventude e mantém ameaça do Z4

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 05/08/2017 às 18:25
Foto: Luiz Hermes/Estadão Conteúdo
Foto: Luiz Hermes/Estadão Conteúdo
Leitura:

O Santa Cruz não conseguiu o resultado positivo contra o Juventude, neste sábado (5), em Caxias do Sul. O Tricolor foi derrotado por 2x1 e se mantém a apenas três pontos da zona do rebaixamento, na 16 posição. O Juventude encerrou o jejum de seis jogos sem vencer e voltou ao G4, na terceira posição. Tiago Marques abriu o placar para os donos da casa de pênalti, no segundo tempo. Pouco depois, o mesmo atacante ampliou para os gaúchos. Quando o jogo parecia morno, Julio Sheik, que veio do banco, diminuiu, mas os corais não conseguiram o empate.

LEIA MAIS:

Santa Cruz liga alerta e torna vitória na Série B urgente

Equipes atacam pouco, mas Jacsson se destaca na defesa

Juventude e Santa Cruz precisavam de um bom resultado para recuperarem a confiança. As duas equipes amargavam sequências ruins na competição, e usavam a partida para se reerguer. O Tricolor iniciou a partida tendo o maior controle de bola e adiantando a marcação, o que dava certo porque a equipe gaúcha não conseguia sair com qualidade. Assim, a primeira boa chegada

O primeiro bom momento dos corais veio com um ótimo lançamento de Nininho, que viu bem a infiltração de Ricardo Bueno na área. O atacante não cabeceou tão bem e a bola foi para fora, aos 11 minutos. Essa foi a melhor cehga da equipe na etapa inicial. A partir daí, o Juventude passou a ter o maior controle de bola, ainda que tivesse dificuldade na criação de jogadas.

A principal opção da equipe era sempre com Tiago Marques. O atacante Jaconero foi o que mais incomodou a defesa coral, que sedia espaços, principalmente pelo lado esquerdo defensivo. O grande perigo de gol saiu dos pés do camisa 9, que viu Leílson fazer grande jogada e encontrá-lo bem posicionado na área. Tiago chutou forte, e Jacsson fez uma grande defesa.

O jogo permaneceu com o Santa tendo dificuldades de evoluir na partida, e o Juventude, com mais posse de bola exagerava nos chutes de longe, nenhum com perigo. Aos 39, a equipe gaúcha armou um bom contra-ataque com Tiago Marques, que invadiu a área e chutou forte, exigindo Jacsson mais uma vez.

Juventude volta melhor e Tiago Marques é letal

O Juventude mudou sua postura na volta de intervalo. Se na primeira etapa a equipe não conseguia verticalizar muito suas jogadas, na etapa final a equipe era muito mais agressiva. O Santa Cruz apenas se defendia, e pouco conseguia contra-atacar. O primeiro gol, no entanto, veio num pênalti extremamente desnecessário de Tiago Costa. Caído no chão, o lateral derrubou Juninho, que corria para longe do gol. Tiago Marques bateu com qualidade e abriu o placar.

Com pouca reação, o Santa Cruz continuou dando espaço e o mesmo Tiago Marques avançou pela esquerda, invadiu a área e fez o segundo, aos 27 minutos. O Tricolor parecia não ter muita força para reagir, mas com uma jogada de atletas que vieram do banco, a equipe diminuiu o placar.

Halef Pitbull fez boa jogada pela esquerda e tocou para Ricardo Bueno, que mandou na trave. No rebote, Julio Sheik diminuiu. Os corais ainda tentaram o empate, mas não conseguiram levar muito perigo e saíram sem pontuar mais uma vez na Série B.

FICHA DO JOGO: JUVENTUDE 2 X 1 SANTA CRUZ

Juventude: Oliveira; Tinga, Domingues, Micael, Maurício; Fahel, Diego Felipe (Vacaria), Juninho (Vidal), Leílson e Ramon (Felipe Lima); Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Santa Cruz: Jacsson; Nininho, Anderson Salles, Jaime e Tiago Costa; Wellington Cézar, João Ananias e Thiago Primão (Halef Pitbull); André Luís (William Barbio), Bruno Paulo (Julio Sheik) e Ricardo Bueno.

Série B. Local: Alfredo Jaconi (RS). Árbitro: Salim Fende Chavez (SP). Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP). Gols: Tiago Marques, aos 19' do 2T e 26' do 2T, Julio Sheik aos 36' do 2T. Amarelos: Jaime (S), Nininho (S), Tiago Costa (S), Tinga (J), Domingues (J) e Oliveira (J).

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias