Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Eduardo fala do desafio do Sport na Série A e diz ter amadurecido na carreira

Tiago Morais
Tiago Morais
Publicado em 16/08/2018 às 19:21
Foto: Williams Aguiar/Ascom Sport
Foto: Williams Aguiar/Ascom Sport
Leitura:

Antes da entrevista que marcou a apresentação de Eduardo Baptista voltando ao Sport, ao que parece a primeira opção da direção era mesmo repatriar o treinador. "Nós ampliamos o leque de busca de treinadores, mas ele sabe que na minha cabeça ele era o treinador ideal, por conhecer o clube, por saber do momento", disse o VP de futebol leonino, Guilherme Beltrão.

Eduardo chega com uma missão nada fácil, tirar o Sport de uma sequência negativa de oito jogos sem vitória, e precisa arrumar o sistema defensivo para ajustar o restante do time, e mais uma vez assume o clube rubro-negro em turbulência. Em 2014, pegou o time ainda no início de temporada no Estadual, agora praticamente na metade do campeonato mais difícil para o Sport, mas acredita que a qualidade do time vai aparecer.

"Venho para um grande desafio, talvez com a mesma fome que eu tive com aquele jogo com o Náutico (estreia como treinador), onde foi me dada uma imensa oportunidade. É de novo, lógico que a gente tem que olhar para trás, são oito jogos sem vencer, mas saber que tem um horizonte, e o time tem qualidade", disse o treinador.

Eduardo mais maduro

A história profissional de Eduardo Baptista está entrelaçada ao Sport. A carreira de treinador então, só existe porque o clube o projetou para o cenário nacional nessa posição, e foi no Leão a primeira oportunidade.

Foto: Williams Aguiar/Ascom Sport

Campeão da Copa do Brasil em 2008 como preparador físico, deixou o clube no ano seguinte. Em 2012 voltou para a antiga função e dois anos depois teve a chance de dar uma guinada no trabalho. Eduardo Baptista revelou que acompanhou cada passo de modernização do Sport, a estrutura do CT leonino, avanços que observou no clube, mas também retrocessos. Garantindo ser um Eduardo com mais amadurecimento, o treinador vê o momento ruim de perto, mas aposta nas lembranças das conquistas para fortalecer o trabalho e a vontade de buscar algo mais.

"Uma felicidade imensa de estar num clube que na minha vida foi importante, onde consegui um título histórico em 2008, me acolheu em 2012, e deu a oportunidade da minha vida como treinador. Me sinto muito feliz em ver esse CT evoluindo ainda mais, como o clube cresceu em estrutura, e poder voltar aqui hoje mais experiente. Na nossa vida a gente acerta, tem derrotas, vitórias, mas tento me fortalecer onde deu certo, onde venci. O Eduardo que volta hoje é diferente, mais maduro, mas a essência é a mesma, a vontade de buscar, de conseguir um algo a mais", pontuou.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias