Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Usain Bolt recusou contrato de 2 anos com clube de Malta, diz empresário

Maria Lua Ribeiro
Maria Lua Ribeiro
Publicado em 20/10/2018 às 14:50
Foto: PETER PARKS / AFP
Foto: PETER PARKS / AFP
Leitura:

Estadão Conteúdo

Lenda no atletismo com recordes e medalhas de ouro em Olimpíadas e Mundial, o jamaicano Usain Bolt segue tentando fazer carreira no futebol. Treinando há mais de dois meses no Central Coast Mariners, da Austrália, em busca de um contrato para jogar o campeonato local, que começará neste final de semana, o ex-velocista recusou uma oferta feita pelo La Valletta, campeão de Malta, para assinar um contrato de duas temporadas.

LEIA MAIS:

Usain Bolt demonstra indignação com exame antidoping surpresa

Usain Bolt marca dois gols em estreia como titular em time australiano

Bolt diz que amistoso na sexta será decisivo para sua carreira no futebol

A informação da recusa de Bolt foi feita pelo seu empresário Ricky Simms, em entrevista à ESPN norte-americana "Existem muitos clubes interessados em Usain. Recebemos constantemente várias abordagens. Posso confirmar que Usain não vai aceitar a proposta para jogar em Malta", afirmou.

O La Valletta foi o primeiro clube a manifestar interesse em contar com o futebol do ex-velocista. Ainda sem contrato, Bolt vai continuar treinando na Austrália em busca de seu objetivo. Já entrou em campo duas vezes, em amistosos de pré-temporada, e se destacou na semana passa, quando marcou dois gols na goleada do Central Coast Mariners por 4 a 0 sobre o Macarthur South West

Ghasston Slimen, diretor executivo do clube de Malta, comentou a decisão de Bolt e fez questão de deixar uma mensagem ao ex-velocista. "Desejamos a Usain Bolt tudo de melhor na sua carreira futebolística. A proposta do Valletta FC está sempre em cima da mesa", disse.

Antes de tentar a sorte na Austrália, Bolt treinou no Borussia Dortmund, da Alemanha, e em clubes da África do Sul e da Noruega De acordo com a imprensa australiana, o jamaicano pode assinar um contrato de 1,9 milhões de euros (mais de R$ 8 milhões) com o Central Coast Mariners, mas o clube espera que a Federação Australiana de Futebol (FFA, na sigla em inglês) ajude na negociação.

Últimas notícias