Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Técnico do Náutico tem dor de cabeça para montar time ideal

Fernando Castro Fernando Castro
Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 03/05/2019 às 8:28
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Depois do Náutico perder duas partidas consecutivas apresentando um desempenho ruim dentro de campo, o técnico Márcio Goiano começa a quebrar a cabeça para escalar o time ideal. Em relação à derrota para o ABC, na estreia da Série C, o treinador alvirrubro promoveu duas mudanças no último jogo, contra o Campinense, pela seletiva da Copa do Nordeste 2020.

Disputando a "camisa 9" do Náutico por praticamente quase toda a temporada, os centroavantes Wallace Pernambucano, artilheiro do time no ano com nove gols, e Odilávio, formado na base do clube, atuaram juntos pela primeira vez no time titular. O prata da casa alvirrubro entrou no lugar do atacante Robinho e atuou mais na ponta do ataque, flutuando no meio de campo durante parte do jogo.

Outra novidade no time contra o Campinense foi o volante Wagninho, de apenas 19 anos, que faz em 2019 sua primeira temporada como jogador profissional. Esta foi a primeira partida do jogador como titular no ano, antes havia entrado em campo em outras duas oportunidades apenas. O jogador entrou na vaga de Luiz Henrique, que havia sido titular em todas as partidas do Náutico.

Bastante contestados por grande parte da torcida alvirrubra, o volante Luiz Henrique e o atacante Robinho, revelados pelo Náutico no ano passado, perderam a posição. O volante, que era o único jogador a ser titular em todos os jogos do time no ano, entrou no decorrer do segundo tempo do duelo contra os paraibanos. Já o atacante, criticado pelas últimas atuações, permaneceu no banco de reservas até o fim da partida.

CONTRATAÇÕES

A dor de cabeça do técnico Márcio Goiano deve aumentar ainda mais, ou ganhar soluções, a partir da próxima semana, quando é prevista a chegada de novos reforços. De acordo com o vice-presidente Diógenes Braga, a diretoria alvirrubra tem tido dificuldade em contratar devido a forte concorrência dos clubes da Série B.

"Não vamos contratar muito, mas os reforços têm que chegar agregando qualidade. Temos que contratar jogadores que sejam decisivos. O que acontece é que a gente não consegue definir tão rápido porque os atletas preferem a Série B. A gente tem esse mapeamento de posições e valores. Mas tem a questão do mercado e tem que ir jogando com ela. Acredito que até a próxima semana a gente vai resolver", comentou.

Últimas notícias