Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Guto Ferreira na bronca com recuo excessivo do Sport após marcar gol

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 29/07/2019 às 23:06
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O técnico Guto Ferreira está na bronca com os jogadores do Sport. O motivo: recuo excessivo após o time marcar um gol. Na coletiva após o empate com o Guarani, o treinador leonino negou que essa postura seja por sua recomendação e confessa que não tem explicação para que isso aconteça. Porém, ele prometeu cobrar dos atletas uma mudança de atitude nas próximas partidas.

“O que posso dizer é que não é orientação minha. É uma situação que vem acontecendo e gostaria de entender. Já venho conversando com eles (jogadores), cobrando nos treinamentos e na beirada do campo durante os jogos, sendo que, mais uma vez, a nossa equipe fez o gol e permitiu que o adversário crescesse. Diminuímos a intensidade e demos campo para ele. E fomos punidos levando um gol. Depois que toma, eles querem correr atrás do placar de novo. Mas daí volta aos estágio inicial. Temos de melhorar isso e estamos atentos para corrigir”, comentou Guto.

LEIA MAIS:

Mais uma vez Sport desperdiça pontos em casa e fica no empate com Guarani

Jogadores do Sport reclamam de falta no gol do Guarani

Para o comandante rubro-negro, é preciso encontrar o equilíbrio. “O jogo tem de começar e manter a postura até o final. O placar só está definido com três no placar. Se fez três, aí vai diminuindo a intensidade. Mas se não fez é seguir jogando forte o máximo de tempo possível para ir controlando o jogo. E isso não aconteceu. Tomamos o gol porque não controlamos o jogo”, lamentou Ferreira.

LESÕES ATRAPALHARAM

Pela segunda partida consecutiva, Guto foi obrigado a queimar uma alteração por conta de jogador que deixa o campo lesionado. Algo que vem prejudicando na hora de tentar mudar a história do jogo com uma substituição mais ousada. “Eu ia colocar Elton e Guilherme no mesmo momento, mas Adryelson sentiu e seguramos o Guilherme (teve de colocar Eder Ferreira na zaga). Mas depois arriscamos e acabou o Lazaroni saindo com lesão após a terceira substituição. Atrapalha muito, pois você tem a leitura do jogo e não pode mudar o time para reequilibrar a partida”.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias