Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Japão surpreende e vence seleção brasileira olímpica na Arena de Pernambuco

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 14/10/2019 às 18:34
Bobby Fabisak/JC Imagem
Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Os mais de 7 mil torcedores (7.911) que compareceram à Arena de Pernambuco não saíram felizes de campo em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. A seleção brasileira olímpica perdeu de virada por 3x2 para o Japão, nesta segunda (14), no segundo amistoso na capital pernambucana. O Brasil saiu na frente com o atacante paraibano Matheus Cunha, de pênalti. Porém, em três chutes de fora da área, os adversários construíram o placar com dois gols de Tanaka e um de Nakayama. No fim do jogo, o centroavante Pedro descontou também em uma cobrança de penalidade. A badalada equipe sub-23 da Canarinho não conseguiu passar pela organização tática dos japonenses.

O Brasil começou o duelo dominando as ações da partida. O quarteto ofensivo Pedrinho, Paulinho, Antony e Matheus Cunha se movimentou bastante e deu muito trabalho aos japonenses. Até que em uma aproximação do ataque o camisa nove Matheus Cunha foi derrubado na grande área. Pênalti marcado pelo árbitro uruguaio Andres Matonte. Aos 16 minutos, o próprio atacante foi para cobrança e converteu a infração.

A seleção brasileira continuou pressionando e perdeu duas grandes oportunidades de ampliar o placar. O lateral-direito Emerson chutou cruzado e no rebote o meia Pedrinho mandou por cima do gol. Uma nova chance surgiu nos pés do armador do Brasil. Desta vez, ele tocou para o atacante Paulinho, que chutou fraco para fora. Só que em um vacilo da marcação no meio-campo o Brasil pagou caro.

Aos 28, o meia Tanaka avançou pelo centro do campo com espaço. A marcação verde e amarela não apertou e ele arriscou de longe. A bola desviou no volante Douglas Luiz e enganou o goleiro Cleiton. O time do técnico André Jardine não conseguiu pressionar os japonenses e as seleções foram para o intervalo com o placar empatado por 1x1.

LEIA MAIS

> Lesão grau 2 vai deixar Neymar um mês afastado dos gramados

> Passagem da Seleção Sub-23 pelo Recife tem gosto especial para atacante

> “Torcida aqui do Recife é contagiante”, afirma atacante Pedro

No segundo tempo, o amistoso começou mais equilibrado. E em um lance semelhante, aos 7, o Japão balançou a rede novamente. De novo, o meia Tanaka pegou a sobra de fora da área e teve sucesso em novo arremate de fora da área. A bola desviou na defesa brasileira e o goleiro Cleiton foi enganado novamente.

Melhor na partida, os japoneses não se intimidaram diante dos brasileiros. A seleção sub-23 do Brasil cercou a defesa adversário, mas não conseguiu acertar a pontaria. Ao contrário dos orientais que ampliaram a vantagem da mesma maneira. Aos 23, o zagueiro e capitão Nakayama soltou o pé do "meio da rua" e marcou o terceiro do Japão.

Em busca da virada, o treinador brasileiro colocou as estrelas Pedro e Rodrygo no fim da partida. Mas não teve jeito. No fim, aos 37, o atacante Pedro diminui de pênalti, mas ficou nisso: 3x2.

Últimas notícias