Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

DM do Sport ainda deixa dúvidas quanto a atletas enfrentarem Criciúma

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 06/11/2019 às 17:29
Foto: Anderson Stevens/ Sport
Foto: Anderson Stevens/ Sport
Leitura:

O meia rubro-negro Pedro Carmona ainda é uma dúvida para o Sport no jogo do sábado (9), contra o Criciúma, pela 34a rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O jogador vai passar por um exame de imagem nesta quinta-feira (7) para avaliar a inflamação na cartilagem da patela é uma tendinite no joelho direito.

LEIA MAIS

>> Sport treina sem titulares em retorno ao Recife após dois jogos fora

>> Em depoimento na delegacia, atacante do Sport diz que não usou arma de fogo

>> Opinião: a falta de ousadia do Sport nas cobranças de escanteio

>> Sport conta com a força da Ilha do Retiro para conquistar o acesso à Série A

O atleta sofreu a lesão na última semana, na derrota para o Guarani, fora de casa, e desfalcou o time no jogo seguinte, também fora, contra o Coritiba. A dor, de acordo com o médico Raul Lins, já está menor. Justamente o que vai determinar se ele joga ou não na partida de sábado na Ilha do Retiro.

"Não é uma lesão grave, mas incomoda. Vai depender se o jogador sentir limitação para fazer os exercícios, os movimentos de jogo. Deixa como dúvida, mas não está vetado ainda", explicou o médico rubro-negro.

O atacante Yan foi liberado do departamento físico para iniciar a transição nesta quarta-feira (6). Ele havia sofrido uma lesão de grau 1 na coxa esquerda. Apesar da melhora, o jovem atleta não deve entrar em campo diante do Criciúma, mas estará apto para a viagem da rodada posterior. Já João Igor deve ser liberado para a transição apenas no final da próxima semana, por causa de uma lesão no adutor.

MAÍLSON

O goleiro Maílson se recupera do procedimento no joelho direito. Ele chegou na terceira semana após a lesão no ligamento cruzado e deve ficar até oito semanas com a perna imobilizada. O arqueiro já não sente mais dor, algo dentro do esperado.

"É uma lesão do ligamento bem importante do joelho e se não for tratado direito deixa problema para o jogador. Depois das oito semanas, começa o reforço muscular para completar três a quatro meses de tratamento", concluiu Raul Lins.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias