Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Santa Cruz adota método de contratos por produtividade com atletas

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 09/12/2019 às 7:46
Nei Pandolfo pode se transferir para o Sport  Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Nei Pandolfo pode se transferir para o Sport Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz tem apenas um reforço anunciado oficialmente para esta temporada. O volante Bileu, que acertou no último sábado (7). Porém, os atacantes Mayco Félix e Pedro Maicon, que já possuem acordo com o Tricolor, estão a poucos detalhes de também integrarem, de vez, a equipe coral para a próxima temporada. Um dos trabalhos que o clube tem feito neste período de contratações, desde que o executivo de futebol Nei Pandolfo chegou, é de fechar os vínculos em contratos de produtividade. Com um valor fixo e variáveis que acrescentam no salário do jogador. Para o dirigente, algo comum e que vale ser posto em prática no clube.

LEIA MAIS

>> Técnico do Santa Cruz pede apoio da torcida na temporada 2020

>> SJCC elege os melhores do ano em Pernambuco

>> Santa Cruz anuncia retorno de volante como primeira contratação para 2020

“Eu vejo isso com uma naturalidade muito grande, porque é algo que eu faço há muito tempo. Deu uma certa repercussão essa questão de performance por produtividade e isso existe em várias grandes empresas do Brasil, não só no futebol, e estamos trazendo isso para o dia a dia do futebol. Você tem um fixo um pouco abaixo do padrão normal, e atinge uma meta que dá um plus de acordo com essa questão”, argumentou Pandolfo. 

Na visão do dirigente, este método serve como uma maneira de estimular o atleta e também ser justo com o clube. Não deixa o jogador cair no comodismo, já que se ele conseguir ser titular e atingir outras metas ganhará um acréscimo salarial. E quando houver lesão ou algo que o tire de campo por muito tempo, a despesa que o Santa Cruz terá vai ser menor.

“São possibilidades que a gente têm de melhorar o salário do atleta, desde que ele seja atuante e participativo em todos os jogos. Às vezes o atleta se machuca, o clube tem uma despesa grande e o jogador fica parado por um bom tempo. Então você preserva de uma certa forma o clube, estimula sempre o atleta a estar buscando a titularidade e não se encostar. Essa forma de performance ajuda muito nisso”, concluiu.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias