Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Danny Morais afirma que pré-temporada curta não vai atrapalhar

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 16/12/2019 às 7:37
Zagueiro é um dos remanescentes para 2020. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Zagueiro é um dos remanescentes para 2020. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Faltam apenas 33 dias para o primeiro jogo do Santa Cruz na temporada 2020. O Tricolor estreia o ano no Campeonato Pernambucano, dia 18 de janeiro, diante do Petrolina. Perto de completar uma semana de preparação, o zagueiro Danny Morais pondera quanto ao tempo.

O elenco tricolor começou a pré-temporada no dia 10 de dezembro e realizou o primeiro treino com bola apenas na última quinta-feira, dia 12 de dezembro.

LEIA MAIS:

>Opinião: novo goleiro do Santa Cruz pode se tornar jogador mais alto do futebol pernambucano

>Bons jogadores foram revelados no futebol pernambucano nessa década

>Década de mudanças estruturais para Náutico, Santa Cruz e Sport

Mesmo parecendo pouco, Danny Morais destacou que é preciso deixar tudo bem feito. “O Santa Cruz tem feito coisas que são de extrema importância para o futuro do clube. Centro de treinamento, vestiário, várias coisas estruturais que vão beneficiar o clube. Creio que 10 dias, uma semana, não vão atrapalhar em relação ao jogo”, disse.

O elenco coral se prepara no Centro de Treinamento, em Aldeia. Já o estádio do Arruda passa por reformas no vestiário e o gramado foi replantado. “Penso que as coisas têm sido feitas bem pensadas e acho que a tendência é que sejam resultados mais sólidos para o clube, não exatamente em questão de jogo”, emendou o zagueiro.

O esperado, como sempre, é a grande pressão durante o ano que se aproxima. Ainda mais porque o Tricolor vai amargar o terceiro ano consecutivo na Série C do Brasileiro. No clube desde 2015, com apenas um ano fora, quando jogou na Coreia do Sul, Danny Morais entende que essa cobrança acontece independente da divisão em que o time se encontrar.

O principal fator, na opinião do zagueiro, é como o ambiente é vivido internamente. “Acho que aliado a essa organização que a gente está buscando, a gente tende a crescer. Procuro não me preocupar com os outros, a gente tem coisa demais para trabalhar, para melhorar aqui como atleta e como clube e a gente tem que trilhar esse caminho. Independente dos outros, temos que melhorar a nós mesmos e é isso daí que vai nos aproximar das nossas vitórias”, concluiu o jogador.

Últimas notícias