Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Nos Aflitos, presidente Edno Melo toma posse no Náutico

Fernando Castro Fernando Castro
Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 07/01/2020 às 22:29
Foto: Léo Lemos/Divulgação
Foto: Léo Lemos/Divulgação
Leitura:

Praticamente um mês depois de ser reeleito presidente do Náutico, Edno Melo tomou posse na noite desta terça-feira, no Memorial Alvirrubro, nos Aflitos. Ao lado do vice-presidente Diógenes Braga, o atual mandatário alvirrubro vai ficar à frente do clube pelos próximos dois anos. Durante o discurso, na cerimônia de posse, Edno Melo relembrou todo o processo de reconstrução e resgate do Náutico, classificando o acesso à Série A como uma das principais metas do ano.

> Liberado pelo Fortaleza, Kieza desembarca e já veste camisa do Náutico

"Primeiramente continuar com a política de austeridade, política de só gastar realmente o que o Náutico tiver de receita, continuar diminuindo cada dia mais o passivo do clube e procurar novas receitas. Um dos nossos objetivos é voltar a Série A, que seria um passo importantíssimo para o Náutico pagar praticamente todo o passivo trabalhista", comentou Edno Melo.

LEIA MAIS

>Kieza desembarca no Recife para assinar contrato com o Náutico

>Gilmar Dal Pozzo confirma time titular do Náutico com Luanderson

>Opinião: o fator que pode fazer a diferença para o Náutico

SONHO

No primeiro mandato do presidente Edno Melo, o Náutico obteve algumas conquistas dentro e fora de campo. Em 2018, o Timbu voltou a ganhar o título do Campeonato Pernambucano após 13 anos. No ano passado, depois de subir para a Série B, o time alvirrubro conquistou o primeiro título nacional da história. O mandatário alvirrubro revelou o sonho de entregar o Náutico para a próxima gestão com o passivo trabalhista zerado, disputando a Série A em 2021, no ano em que o clube completa 120 anos.

"Seria uma situação ideal, o Náutico precisa disso. Na política que o Náutico está implantando dentro do clube, austeridade, de resultados dentro e fora de campo, seria muito importante que o Náutico conquistasse esse acesso para que 2021. A emoção não pode deixar de existir, mas a gente tem que ter responsabilidade e respeito com a história do clube e com o torcedor", declarou o presidente.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Últimas notícias