Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Comissão da Fifa se opõe a jogos oficiais de clubes no estrangeiro

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 27/02/2020 às 19:30
Direitos humanos tem sido uma das grandes pautas antes da Copa de 2022. Foto: Divulgação
Direitos humanos tem sido uma das grandes pautas antes da Copa de 2022. Foto: Divulgação
Leitura:

Da AFP - A comissão de grupos de interesse do futebol da Fifa manifestou nesta quinta-feira (27) sua oposição à disputa de jogos de clubes no estrangeiro, confirmando a postura da federação internacional, diante das tentativas de alguns campeonatos nacionais de levarem algumas partidas a outros países.

Esta comissão da Fifa validou o princípio segundo o qual "os jogos nacionais oficiais dever ser disputados no território da associação em questão".

LEIA MAIS:

>Conheça o Afogados, time que eliminou o Atlético-MG da Copa do Brasil

>Ex-técnico do Santa Cruz, Valdir Espinosa morre aos 72 anos

>Após vitória heroica do Afogados, Atlético-MG demite técnico Dudamel

Em outubro de 2019, a Liga espanhol tentou levar para Miami a partida Villarreal-Atlético de Madrid, mas um juiz deu razão à Federação Espanhola, que era contra a iniciativa. Na temporada anterior, a Liga também havia tentado disputar o jogo Girona-Barcelona nos Estados Unidos, sem sucesso.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, alertou na época que "não autorizava a realização desta partida nos Estados Unidos nem em qualquer lugar que não fosse o estádio do Girona".

A Espanha, porém, conseguiu organizar sua última Supercopa no estrangeiro, em janeiro na Arábia Saudita, com vitória do Real Madrid. Itália e França também costumam disputar suas Supercopas fora de suas fronteiras.

Últimas notícias