Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Vice-presidente do Santa Cruz fala dos salários atrasados com o elenco profissional

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 13/04/2020 às 12:19
Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Leitura:

Com as dificuldades econômicas impostas pela pandemia do coronavírus, o Santa Cruz já acumula alguns débitos com o elenco profissional. Em entrevista ao radialista Ralph de Carvalho, nesta segunda-feira (13), o vice-presidente do tricolor chegou a falar em dois meses de salários atrasados. De acordo com o repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, as pendências equivalem ao valor do mês de março que consta na carteira de trabalho mais os direitos de imagem referentes a fevereiro e março.

>>Tricolor, na sua opinião, quais partidas mais frustrantes do Santa Cruz nos últimos 20 anos?

>>Santa Cruz: opiniões diferentes sobre torcida ajudar clube na crise do coronavírus

>>Presidente do Santa Cruz agradece auxílio da CBF e diz que entidade mostrou sensibilidade com os clubes

Como está na Série C do Campeonato Brasileiro, o time não recebe cota de televisionamento e tem, na receita gerada pelos jogos e cotas de participação nos torneios, as principais fontes de renda. O programa sócio-torcedor também representa suporte importante, mas, após o mês de março, quando as competições foram suspensas pelo coronavírus, teve uma queda de 40%. 

"Para mim, não tem nada mais importante do que ir a um jogo do Santa Cruz, mas temos que pensar na vida humana, não vamos colaborar com a perda de algum atleta nosso. Não. Temos que ter responsabilidade. Vamos fazer sacrifícios, vamos atrasar salários, fazendo o possível para pagar. Estamos com um mês de atraso, de carteira. Vamos fazer um esforço esta semana para pagar o mês de atraso de carteira. Mas temos dois meses atrasados demais, vamos apelar para a torcida e colaboradores do Santa Cruz", disse Tonico Araújo.

APOIO DA CBF

O clube coral recebeu o suporte financeiro da CBF, destinado a equipes das Séries B e C do Campeonato Brasileiro, referente a R$ 200 mil. Mas, de acordo com o vice-presidente tricolor, Tonico Araújo, o valor é insuficiente para um clube das proporções da tricolor do Arruda, que pretende pleitear mais junto à confederação.

"O Santa Cruz tinha a expectativa de receber R$ 750 mil e recebeu R$ 200 mil. Quem está pedindo tem que agradecer, entretanto a gente vai lutar para buscar essa diferença, o máximo possível. Um clube pequeno, sem querer desclassificar os outros clubes da Série C, mas o Santa Cruz é um dos maiores da Série C, é pouco, mas é muito para quem sabe agradecer. Então, nós nos curvamos ao agradecimento", contou.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias