Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Milton Bivar aprova retorno dos treinos do Sport em pequenos grupos: "Risco zero"

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 14/04/2020 às 11:54
Milton Bivar concedeu entrevista à Rádio Jornal. Foto: Anderson Stevens/Sport
Milton Bivar concedeu entrevista à Rádio Jornal. Foto: Anderson Stevens/Sport
Leitura:

O presidente do Sport, Milton Bivar, aprovou a estratégia utilizada por alguns clubes da Alemanha para manter seus jogadores treinando durante a pandemia do coronavírus. Em entrevista ao programa Bate Rebate, da Rádio Jornal, o mandatário rubro-negro falou que é possível reunir o elenco em grupos de três ou quatro atletas em treinos no CT do Leão, na Guabiraba.

"É muito bom. Posso adiantar que os jogadores do Sport estão fazendo isso. Estamos procurando área pra treinamento. Eu acho isso aí para alguns atletas do Sport, eu não vou dizer quem são porque não tenho permissão para falar sobre o assunto, mas estão fazendo exatamente isso que acontece na Alemanha. A gente pode inclusive estudar para marcar três ou quatro jogadores por dia e por horário. Reunir nossos preparadores. Todo mundo mantém distância. Todo mundo pega seu carro, vai até o CT, já vai de roupa trocada, faz o exercício, entra no carro e volta pra casa. O risco é zero. Vou tentar passar adiante", destacou Bivar, que confessou que alguns atletas já realizam esse tipo de estratégia.

>> Intervalo de 48h entre jogos após pandemia gera controvérsias

O futebol do Brasil está paralisado por tempo indeterminado por conta da pandemia do coronavírus. A CBF segue as recomendações do Ministério da Saúde, que reforça o isolamento social para conter a expansão da covid-19. As incertezas sobre o retorno das atividades esportivas geram questionamentos sobre a realização dos campeonatos. Bivar se colocou contra a proposta de reduzir os intervalos dos jogos para 48h, ideia discutidas entre as entidades.

"Isso só pode acontecer se o atleta jogar hoje no Recife e daqui a 48h jogar novamente no Recife. Se tiver que pegar ônibus para ir para Salgueiro ou para Petrolina. Se for pensar numa dimensão maior, na Série A: como eu vou sair daqui para jogar lá contra o Atlético-MG e depois jogar contra o Grêmio em Porto Alegre? Não funciona", concluiu o presidente do Leão.

 

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias