Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Tacão lembra de bastidores do Sport na decisão da Copa do Nordeste de 2014

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 09/06/2020 às 22:01
Tacão era preparador físico do Sport há 21 anos. Foto: Acervo Pessoal
Tacão era preparador físico do Sport há 21 anos. Foto: Acervo Pessoal
Leitura:

Pelo nome Edvaldo, ninguém conhece no Sport. Mas, se falar Tacão, todos os rubro-negros irão saber quem é o preparador físico do clube da comissão técnica permanente do time profissional. Em 20 anos trabalhando no Leão, desde as categorias de base, ele já viveu muitas histórias na Ilha do Retiro. Em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, ressaltou que a conquista do título de tricampeão da Copa do Nordeste, em 2014, deu início ao ano de afirmação profissional na equipe. Além disso, não escondeu o momento mais marcante da partida de volta da final do Nordestão contra o Ceará. Duelo que será transmitido neste sábado, às 18h, pela TV e Rádio Jornal.

"Lembro, como se fosse hoje, que quando chegamos em Fortaleza, a imprensa local fez uma grande campanha, mesmo com a derrota por 2x0 aqui na Ilha do Retiro para a gente. Eles levaram o torcedor para o campo e foi uma confusão para chegar no estádio. Na hora do aquecimento, chamei todos e falei: temos 70 mil pessoas aproximadamente, mas ninguém vai entrar no gramado, estão com vocês o nosso tricampeonato", comentou.

LEIA MAIS

> Copa do Nordeste: TV Jornal retransmite título de tricampeão do Sport em 2014

> Sport lança promoção para reprise da final da Copa do Nordeste de 2014

> Sport aproveita reprise do tri do Nordestão para homenagear ex-atacante Ananias

A dedicação dos atletas na partida, e principalmente dos mais experientes, pesou a favor do Sport no segundo jogo da final do Nordestão diante do Ceará, na Arena Castelão, segundo Tacão. "Durante a partida, eu chegava para Eduardo (Baptista, técnico da época) e dizia que iríamos ser campeões. Os caras foram frios, obedeceram o que foi pedido pelo treinador e fizeram um grande jogo. Isso destaca a importância de jogadores experientes como Wendel, Durval e Patric", reiterou o preparador físico.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Últimas notícias