Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Meia do Santa Cruz não enxerga baianos em vantagem com sede única da Copa do Nordeste em Salvador

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 08/07/2020 às 10:18
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Após algumas semanas de indefinição, a CBF oficializou o retorno da Copa do Nordeste para o dia 21 de julho e com sede única em Salvador. A competição retorna depois de mais de quatro meses de paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. A volta do Nordestão naturalmente terá jogos com portões fechados e o torneio está previsto para ser concluído dia 4 de agosto, com o 2ª jogo da final. A tendência é que a tabela com a reta final da Copa do Nordeste seja divulgada pela CBF até esta quinta-feira. Mesmo Salvador sendo escolhida como sede única para a retomada do Nordestão, o meia Jeremias, do Santa Cruz, não enxerga os baianos em vantagem com isso. Para ele, o que vai definir é a qualidade técnica de cada equipe.

"Acredito que não (baianos em vantagem). Talvez um pouco por ser de lá, já que eles não vão precisar se deslocar. Mas durante os jogos com portões fechados, acredito que vão ser jogos parelhos. Qualquer equipe do Nordeste que for para lá, é 50% para cada. Acho que a qualidade técnica de cada time é que vai definir a partida", disse Jeremias, que completa falando sobre a possibilidade de ser titular do Santa Cruz na retomada do futebol. Quando o futebol foi paralisado, o meia vivia um bom momento no Tricolor: três gols nos últimos dois jogos da equipe coral: vitórias diante do Botafogo-PB (Copa do Nordeste) por 3x0 e contra o Decisão (Campeonato Pernambucano) por 2x1.

"Eu estou bem. Assim como todos do grupo, treinei bastante em casa. Sobre a titularidade, três meses parado é muito para um atleta de futebol. Então acredito que começou tudo do zero. A gente tem que mostrar tudo de novo, com cada um fazendo o seu melhor e o Itamar (Schulle) define é quem começa jogando. Vou procurar dar o meu melhor para agradar ao professor e, se possível, ser titular", completou o meia coral.

LEIA MAIS

Copa do Nordeste deve voltar na TV Jornal com Bahia x Náutico

Vice do Santa Cruz teme mudar planejamento caso Estadual não comece até dia 15

Liga satisfeita com data de reinício da Copa do Nordeste

Copa do Nordeste será retomada em duas semanas com Salvador como sede

‘Estamos em um limite muito próximo de ficar inviável’, diz FPF sobre indefinição da volta do futebol em PE

Pai de meia afirma que filho não sofreu discriminação no Santa Cruz: ‘foi apenas o batismo’

Secretário promete reunião esta semana para consenso sobre futebol em Pernambuco

Diretoria do Botafogo está aberta a negociar volta de Warley ao Santa Cruz

QUEBRA DE RITMO

Antes da paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, o Santa Cruz vinha bem. Além de liderar o Campeonato Pernambucano com folga, de forma invicta e já garantido de forma antecipada na semifinal da competição, o Tricolor também tinha boas chances de classificação na Copa do Nordeste, mesmo não dependendo apenas de si para avançar ao mata-mata. Para Jeremias, o retorno do futebol após três meses de uma pausa inesperada deixa todo mundo em uma situação de igualdade.

"A gente vinha numa ascensão muito grande. O grupo vinha muito bem fisicamente e também bem entrosado. Eu acho que quando voltar, todos os times times vão voltar em um nível de igualdade. Espero que a gente possa dar o nosso melhor e seguir dando continuidade na sequência que a gente vinha tendo antes da paralisação", disse o meia tricolor, que completa opinando sobre a realização dos jogos sem público neste retorno.

"Jogar sem torcida é complicado, ainda mais se for dentro de casa que a torcida sempre nos apoia muito e nos leva para cima do adversário. Mas eu procuro dar o meu melhor cada dia e aproveitar as oportunidades que o professor me dá", finalizou Jeremias.

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias