Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Diretor da Liga diz que Pernambuco era o local preferido para retomada da Copa do Nordeste

Pedro Alves
Pedro Alves
Publicado em 16/07/2020 às 15:31
Ceará é o atual campeão da competição. Foto: Gabriela Máxima/JC
Ceará é o atual campeão da competição. Foto: Gabriela Máxima/JC
Leitura:

Desde a paralisação do futebol causada pela pandemia do novo coronavírus, a dúvida sobre o futuro da Copa do Nordeste era grande. No último dia 7 de julho, a Liga do Nordeste confirmou o retorno da competição, que será realizada em sede única e o local escolhido na Bahia. No entanto, a ideia da Liga do Nordeste era realizar a competição em Pernambuco. Em entrevista ao Nordestão Cast, podcast exclusivo sobre a Copa do Nordeste, o diretor da Liga, Alexi Portela, relatou sobre a preferência da realização dos jogos em Recife, que seria melhor localizada geograficamente para receber os clubes.

“A gente esperava que fosse em Pernambuco também. Porque teria mais translado de ônibus pelo pessoal da Paraíba e Alagoas. Seria muito mais barato para a Liga, para os clubes e você teria quatro campos, como a Arena, os três dos clubes e dois campos do Retrô. Porque a gente teria que ter seis jogos simultâneos já que um depende do outro. Como está no regulamento, a gente não poderia ter quatro jogos em um dia e quatro em outro e, nessa última rodada, são seis jogos simultâneos.”, afirmou.

OUÇA O NORDESTÃO CAST

Além dos estádios, Pernambuco conta com outros quatro Centro de Treinamentos (CTs do Náutico, Retrô, Santa Cruz e Sport) que poderiam ser utilizados tanto para treinos, quanto para jogos. Por isso, o vice-presidente da Liga do Nordeste lamentou a não confirmação da sede em Recife e explicou o motivo da escolha em Salvador.

“Para a gente foi triste porque a gente esperava que fosse Pernambuco, mas a gente não tinha tempo. Dia 9 de agosto começam todas as competições nacionais e a gente precisa terminar a Copa do Nordeste para ter uma melhor visibilidade, acompanhamento e se termina antes da Série A, B e C não teria o mesmo acompanhamento de todos nós do que a competição terminando no meio. Tendo a final ou a semifinal entre um jogo e outro como Libertadores e Sulamericana. Não seria bom para a competição e realmente sai ganhando quem saiu na frente quando houve a liberação de seus jogos e essa foi a grande definição por parte da Bahia”, completou Alexi Portela.

LEIA MAIS

Câmara aprova volta e entrada de novos clubes ao Profut

Milton Bivar explica situação do Sport para retomada das competições

Após Jean Carlos, Willian Simões testa positivo para covid-19 no Náutico

Últimas testagens da covid-19 antes da volta do futebol pode apontar novos desfalques no Trio de Ferro

Pontos que seriam a favor de Pernambuco:

Números de casos de coronavírus:

Até última segunda-feira (13), dia da gravação do Nordestão Cast, a Bahia contabilizava 105.764 mil casos da covid-19, sendo 29.550 mil ativos. Enquanto Pernambuco totalizava 72.470 mil casos, sendo 21.620 mil ativos. Números que seriam reduzidos caso fosse limitar para o âmbito da Região Metropolitana do Recife, onde estão localizados os estádios e Centro de Treinamentos. Ao contrário da Bahia que os estádios são mais distantes.

Distância dos estádios:

Na Bahia, três estádios que estão definidos como jogos da Copa do Nordeste passam de mais de 110 km de distância de Salvador, como a Arena Cajueiro, Joia da Princesa (ambos com cerca de 115,5 km) e o Valfredão (cerca de 191 km). Já em Pernambuco, o local mais distante seria o Centro de Treinamento do Sport que fica a 24 km de distância do Marco Zero, do Recife.

Últimas notícias