Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Inoperante, Náutico é presa fácil para o Bahia, leva 4x1 e está fora da Copa do Nordeste

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 22/07/2020 às 22:05
Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Leitura:

Chegou ao fim a trajetória do Náutico na Copa do Nordeste 2020. De maneira melancólica e com uma atuação apática, o Alvirrubro acabou goleado pelo Bahia por 4x1 no estádio Pituaçu, em Salvador. Com a vitória do Santa Cruz na rodada, o rival tirou o Timbu do G4 do Grupo B. A equipe encerra a competição na quinta colocação, com 11 pontos. Agora, resta ao Náutico o Campeonato Pernambucano, onde terá compromisso no próximo domingo, às 16 horas, diante do Central.

O jogo

Que seria uma missão bastante difícil, já se sabia. Contudo, levar um gol na primeira chegada do adversário complicou bastante a situação do Náutico. Élber recebeu livre na intermediária, teve espaço para dominar e arriscar de longe. O atacante do Bahia mandou no ângulo esquerdo de Jefferson. Golaço. O Náutico tentou sair para o jogo, mas a fraca atuação do meio-campo dificultou bastante a criação de jogadas e a marcação. Quando tinha a bola, o Tricolor de Aço conseguia chegar na entrada da área alvirrubra com facilidade. A descida em velocidade principalmente pelo lado esquerdo, com Clayson e Juninho Capixaba, foi um ponto forte.

O Timbu teve sua primeira boa finalização aos 17 minutos. Em cobrança ensaiada de falta, Erick recebeu pela esquerda e bateu cruzado, mandando pelo lado de fora da rede. Na dificuldade em sair jogando pelo meio, o Náutico vacilou e o Bahia não perdoou. O volante Flávio se antecipou, ganhou a posse na intermediária e lançou para o meia Rodriguinho. Ele tabelou pelo meio e, de cara com Jefferson, ampliou aos 26. O ataque alvirrubro esteve apagado no primeiro tempo e o meio de campo sofreu bastante. Não encaixou como o técnico Gilmar Dal Pozzo queria. O Esquadrão demonstrou a superioridade técnica e, em alguns momentos, dava a impressão que poderia fazer mais.

Segundo tempo

O Náutico voltou a campo com a entrada do experiente Jorge Henrique na vaga de Bryan e o meia-atacante participou da primeira investida alvirrubra, sofrendo pênalti logo aos 50 segundos. Kieza foi para a cobrança e diminuiu a vantagem. Com o ânimo após o gol, o Alvirrubro subiu a marcação e tentava agredir a equipe baiana. Contudo, bem postado na defesa, o Tricolor deu o contragolpe e foi efetivo.

Em contra-ataque aos 12 minutos, Clayson recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro para Fernandão, que completou na saída do goleiro. Mais uma vez aproveitando a deficiência do Náutico no jogo, a transição defensiva. O time não conseguia recompor de maneira veloz e deixava muito espaço.

O Timbu sentiu o gol e voltou a ficar inoperante no ataque. Sem reação, foi presa fácil para a defesa baiana. E a cada contra-ataque adversário, mais um susto. Assim seguiu até os 31 minutos, quando o jogo se tornou uma goleada. Nino Paraíba carregou desde a área do Bahia, deixou Wilian Simões no chão e teve o corredor livre pela frente. Ele levou e bateu no alto, estufando as redes. Aos 35, quase vinha o quinto gol. Clayson bateu da entrada da área e Jefferson salvou o Náutico. Um futebol que não fez valer o que o torcedor esperava e culminou com a eliminação na Copa do Nordeste 2020.

Ficha do jogo

Bahia

Anderson; João Pedro (Nino Paraíba), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Flávio (Daniel), Ronaldo e Rodriguinho (Marco Antônio); Elber (Elton), Clayson e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado

Náutico

Jefferson; Hereda, Carlão, Rafael Ribeiro e Wilian Simões (Erick Daltro); Luanderson (Rhaldney), Jhonnatan (Lucas Paraíba), e Bryan (Jorge Henrique); Thiago, Erick (Salatiel) e Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Local: Estádio Pituaçu. Árbitro: Denis Serafim (AL). Assistentes: Esdras Mariano de Lima e Pedro Jorge Santos (ambos AL). Gols: Élber, aos 3’ do 1ºT, Rodriguinho, aos 26’ do 1ºT, Fernandão, aos 12’ do 2ºT e Nino Paraíba, aos 31’ do 2ºT (BAH); Kieza, a 1’ do 2ºT. Cartões amarelos: Flávio (BAH); Carlão e Kieza(NAU). Cartão vermelho: Carlão (NAU)

Últimas notícias