Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Após empate em 0x0, Santa Cruz vence o Náutico nos pênaltis e avança à final do Pernambucano

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 30/07/2020 às 0:01
Comemoração do Santa Cruz após vitória sobre o Náutico nos pênaltis. Foto: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Comemoração do Santa Cruz após vitória sobre o Náutico nos pênaltis. Foto: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Apesar de não ter vencido nos tribunais o direito de jogar no estádio do Arruda, o Santa Cruz deu a resposta em campo. Após empate em 0x0 no tempo normal, o Tricolor levou a melhor diante do Náutico nas cobranças de pênaltis vencendo nas alternadas por 7x6, nesta quarta-feira (29), na Arena de Pernambuco. Com o triunfo, a Cobra Coral avançou à final do Campeonato Pernambucano e agora aguarda o vencedor do confronto entre Salgueiro e Afogados, que se enfrentam nesta quinta-feira (30), no estádio Cornélio de Barros. A primeira partida da decisão do Estadual acontece já no domingo (2/8), às 16h.

O JOGO

O Santa Cruz não precisou jogar no estádio do Arruda para mostrar em campo quem era o mandante da partida. Mesmo jogando, a contragosto, na Arena de Pernambuco, os tricolores iniciaram a partida mostrando maior iniciativa que a equipe do Náutico. Os comandados de Itamar Schulle logo tomaram conta da bola e, nos primeiros minutos de clássico, tiveram muita superioridade de posse de bola - até os 20 minutos, chegou a ter 62% de domínio. Os alvirrubros, por sua vez, adotavam uma postura cautelosa e jogava de forma compactada em seu campo defensivo, esperando uma oportunidade para aproveitar da velocidade do seu trio ofensivo: Erick, Thiago e Kieza.

Apesar do domínio coral, foi o Timbu que teve a primeira boa chance do confronto. Aos 19,  Wilian Simões foi à linha de fundo e cruzou para Jorge Henrique cabecear livre de dentro da área, mas mandar pela linha de fundo. O Santa Cruz não demoraria para pagar com a mesma moeda. Aos 26, pressionar a saída de bola do Náutico, quase o Tricolor abre o placar. Após uma bola recuada para Jefferson, o goleiro saiu mal e mandou a bola no pé de Didira, que ajeitou de fora da área e acertou um chutaço na trave, para a sorte alvirrubra.

Depois desses dois lances, o duelo ficou mais movimentado, com as duas equipes dando mais espaços para a criação de jogadas. O Náutico chegou a levar perigo com o atacante Thiago, em um chute colocado de dentro da área, aos 28. Enquanto que a Cobra Coral teve uma chance interessante, aos 39, quando o paraguaio Derlis Alegre acertou um chute de fora da área, após cobrança de escanteio, com Jefferson encaixando com segurança.

Leia mais:

Após empate em 0x0, Santa Cruz vence o Náutico nos pênaltis e avança à final do Pernambucano

Após críticas, goleiro do Santa Cruz comemora volta por cima e primeira vitória por pênaltis na carreira

Santa Cruz volta a uma final do Pernambucano depois de 4 anos

Ouça os pênaltis de Santa Cruz x Náutico nas ondas da Rádio Jornal

Sem torcida no estádio e nas ruas, festa dos torcedores do Santa Cruz foi em casa

Na volta da segunda etapa, o time alvirrubro volta com uma outra postura, mostrando mais disposição ofensiva e buscando o ataque. Logo aos sete, Jorge Henrique recebeu na esquerda e achou Jhonnatan livre na área... O volante tentou finalizar na saída de Maycon Cleiton, mas mandou pra fora. Aos 15, o atacante Thiago cobrou uma falta com maestria, no ângulo, mas o goleiro tricolor saltou para espalmar para escanteio. A blitz alvirrubra só foi interrompida aos 24, quando Jeremias arriscou chute da entrada da área, mas a bola explodiu no braço de Carlão na área: pênalti. Pipico foi para a cobrança, mas esbarrou em Jefferson, que caiu do lado certo e encaixou a bola.

Mesmo as duas equipes buscando o gol a todo custo, as redes não balançaram no tempo normal, a partida terminou 0x0 e a vaga na final do Campeonato Pernambucano se encaminhou para a decisão por pênaltis. Nos tiros livres diretos, Pipico, Danny Morais, Toty, André, João Cardoso, Célio Santos e Tinga marcaram para o Santa Cruz (apenas Fabiano perdeu), enquanto que pelo lado do Náutico, Jean Carlos, Erick Daltro, Wagninho, Kieza, Erick e Rafael Ribeiro marcaram para o Náutico, com Thiago e Djavan perdendo, e o Tricolor vencendo por 7x6 e avançando para a final do Estadual.

Ficha do jogo

SANTA CRUZ

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves (Célio Santos) e Fabiano; André, Paulinho e Didira (Tinga); Derlis Alegre (João Cardoso), Victor Rangel (Jeremias) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

NÁUTICO

Jefferson; Hereda, Carlão, Rafael Ribeiro e Wilian Simões (Erick Daltro); Rhaldney (Wagninho), Jhonnatan (Jean Carlos), Jorge Henrique (Djavan), Erick e Thiago; Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Árbitro: Rodrigo Pereira.

Assistentes: Clóvis Amaral e Bruno Vieira.

Cartões amarelos: André, William Alves, Danny Morais (STC), Wilian Simões, Carlão, Wagninho, Erick Daltro (NAU)

Pênaltis:

SANTA CRUZ - Pipico (O), Danny Morais (O), Toty (O), Fabiano (X), André (O), João Cardoso (0), Célio Santos (0), Tinga (O).

NÁUTICO - Jean Carlos (O), Thiago (X), Erick Daltro (O), Wagninho (O), Kieza (0), Erick (O), Rafael Ribeiro (O), Djavan (X).

Últimas notícias