Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Credenciado pelo técnico, Dadá Belmonte chega como ‘reforço de peso’ no Náutico

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 06/08/2020 às 20:11
Foto: Caio Falcão/Náutico
Foto: Caio Falcão/Náutico
Leitura:

Aos 23 anos, natural de São José do Belmonte, cidade do Sertão pernambucano a 473 quilômetros do Recife, o atacante que carrega o nome do município consigo chega como uma esperança para o setor ofensivo do Náutico. Segundo o próprio técnico Gilmar Dal Pozzo considerou, Dadá Belmonte é um ‘reforço de peso’ para a equipe. Pelas características que possui e eram buscadas pelo Timbu, além de vir de um bom desempenho no Campeonato Paulista, pelo Água Santa-SP.  

“Não tenho a menor dúvida que é um reforço de peso que vai nos ajudar muito. Um detalhe é que todas as ações que ele toma são em direção ao gol.  Finaliza bem, é um goleador, então estou muito satisfeito. Já conheci o atleta e ele se credencia a iniciar o jogo, está treinando muito bem e vai nos ajudar nessa campanha da Série B”, comentou o técnico do Timbu.

LEIA MAIS

>> Náutico fora da Copa do Nordeste 2021 e corre risco também na Copa do Brasil

>> Náutico: Camutanga pode ser acionado na partida contra o Avaí

>> Técnico do Náutico destaca chance de usar Jean Carlos e Jorge Henrique juntos

>> Volante Jhonnatan desfalca o Náutico na estreia da Série B

Além disso, Dadá Belmonte, que chegou no Náutico semana passada (mesmo já estando acertado com o clube desde abril), tem boa possibilidade de ser acionado como titular diante do Avaí. Isso porque Erick, que vem jogando na ponta-esquerda, não deslanchou desde que voltou ao Timbu e está devendo melhores atuações. Com a entrada do novato, a característica da equipe muda. O Náutico ganha em jogadas pelo meio, já que o ponta gosta de cortar para o meio e buscar o passe ou a finalização. Desta forma, encosta mais no armador da equipe e auxilia na construção de jogadas.

“Dadá chegou muito bem, chegou voando com uma característica diferente do Erick, que está jogando naquele lado. O Erick é um jogador que tem mais a jogada individual e profundidade, que é um jogador de perna esquerda. Ele jogando por aquele lado tem mais uma tendência de drible pelo lado campo. O Dadá não, tem profundidade, joga por dentro, tem boa finalização e ele se credencia, se não iniciar jogando”, concluiu o treinador alvirrubro.

Dadá Belmonte teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF na última quinta-feira. Desta forma, está apto para encarar o Avaí no próximo sábado, às 19 horas, em Florianópolis. Revelado pelo Salgueiro em 2015, o atleta ainda passou pela Ponte Preta, além do Água Santa, antes de chegar ao Náutico. Na atual temporada, disputou dez partidas e fez um gol.

Apresentação

O ponta alvirrubro foi apresentado nesta quinta-feira (6). No Náutico, Dadá chega mais experiente em relação ao garoto que despontou no Salgueiro, veloz, que incomodava bastante a defesa adversária pelo meio. Hoje, atua em uma posição diferente. Questão que não muda na ambição do atleta, de lutar pelo acesso com o Timbu. 

“Aquele Dadá Belmonte do Salgueiro era um jovem não tão experiente como hoje. Hoje me sinto um pouco mais experiente com essas passagens por esses clubes paulistas e mudou pouca coisa. Antes eu jogava pelo meio no salgueiro e hoje jogo mais de extremo, pela direita e pela esquerda. Mas apesar de jogar de extremo, sou o mesmo Dadá com os mesmo objetivos de antes, e vim buscar os nossos objetivos, que são subir para a Série A e o título da Série B”, falou o jogador.

Últimas notícias