Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Só depende de Bolsonaro para entrada de Sport, Náutico e Santa Cruz no Profut

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 22/09/2020 às 20:03
Santa Cruz vai jogar domingo no Arruda contra o ABC. Foto: Léo Motta/JC Imagem
Santa Cruz vai jogar domingo no Arruda contra o ABC. Foto: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

A Câmara dos Deputados aprovou em definitivo o Projeto de Lei 2.824, que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor esportivos. Uma das emendas ao texto prevê uma janela de retorno ou adesão dos clubes ao Profut, programa federal de refinanciamento de dívidas fiscais. A decisão permite que Náutico e Santa Cruz retornem ao programa e que Sport faça a adesão pela primeira vez.

O projeto de lei já havia sido apreciado pelos deputados federais. Mas sofreu alterações durante a tramitação no Senado e precisou ser colocado em votação novamente na Câmara. O texto foi aprovado novamente com duas alterações de natureza fiscal, em relação aos atletas e às organizações.

LEIA MAIS

> Com liberação do Ministério da Saúde, clubes da capital anseiam pela volta da renda de bilheteria

> FPF mantém conversas para viabilizar volta da torcida aos estádios em Pernambuco

“Sou totalmente a favor”, afirma presidente do Sport sobre volta parcial de torcida

> “A gente espera que volte”, diz presidente do Santa Cruz sobre liberação de 30% de público no estádio

> Apesar de liberação do Ministério da Saúde, Governo de Pernambuco diz não ter data para volta de torcida nos estádios

O PL abre um crédito suplementar de R$ 1,6 bilhão no orçamento para gastos do governo federal com ações emergenciais no setor esportivo, permitindo por exemplo o auxílio de R$ 600 para profissionais em condição de vulnerabilidade.

Em relação a Náutico e Santa Cruz, o projeto permitirá o retorno dos clubes ao programa federal. No ano de criação, em 2015, o Timbu e a Cobra Coral aderiram ao Profut, porém, posteriormente, não cumpriram as normas e foram excluídos.

Já a gestão da época do Sport, com o então presidente João Humberto Martorelli, havia entendido que não era necessário realizar o refinanciamento nas dívidas fiscais do clube e ficou fora. O atual presidente, Milton Bivar, é defensor da entrada do clube no programa.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias