Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Após pedido de Sindicato, Flamengo tem partida adiada contra o Palmeiras na Série A

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 26/09/2020 às 16:32
Flamengo enfrenta o Athletico Paranaense. Foto: AFP
Flamengo enfrenta o Athletico Paranaense. Foto: AFP
Leitura:

Com informações da UOL

Depois de muita briga na Justiça, a partida entre Palmeiras e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, que iria acontecer às 16h de domingo (27), foi adiada pelo Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ). A decisão foi acatada após pedido feito na última sexta-feira (25) pelo Sindiclubes, sindicato de funcionários dos clubes do Rio de Janeiro, que é presidido por um funcionário do Flamengo.

No pedido do Sindiclubes, foi alegado que a partida poderia ter um "alto risco de contágio", já que o Flamengo está passando por um surto de contaminação de Covid-19 na delegação. No total, 36 funcionários do clube carioca foram diagnosticados com a doença. Desses, 19 são atletas do elenco.

São eles: Noga, Pepê, Rodrigo Muniz, Gabriel Batista, Isla, Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Thuler, Gustavo, Henrique, Renê, Filipe Luís, Willian Arão, Gomes, Diego, Everton Ribeiro, Vitinho, Bruno Henrique e Michael.

O TRT-RJ deu sinal positivo ao pleito:

"Manter a partida implicaria risco demasiado para a saúde de jogadores das duas equipes, comissão técnica e demais empregados. Além disso, há risco de contaminação dos familiares, quando do retorno para casa (...)

Portanto, por tudo acima exposto, a fim de garantir a integridade física e a manutenção da saúde dos empregados do 2º réu (CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO), concedo a tutela de urgência, em caráter liminar, e determino que a suspensão do jogo designado para o dia 27/09/2020, entre o Clube de Regatas do Flamengo e a Sociedade Esportiva Palmeiras, em São Paulo.

Em caso de descumprimento da medida, ou seja, caso os réus insistam na realização da partida, fica estipulada multa de R$ 2.000.000,00 (Dois Milhões de Reais), a ser revertido para instituições de saúde no combate ao COVID-19", diz trecho da decisão, que foi assinada pelo juiz do trabalho Filipe Olmo.

Durante os pedidos feitos pelo Flamengo, o Palmeiras acabou sempre se mostrando contra o adiamento, o que dificultou a situação que o clube da Gávea vive passando. Para a equipe carioca, a mudança na data da partida seria uma "questão de saúde pública", enquanto atletas da equipe paulistas até tentaram se mobilizar nos bastidores para o mantimento do confronto no domingo.

Na sexta-feira, o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) havia indefirido a solicitação do Flamengo em adiar a partida. O clube da Gávea entrou com um pedido de revisão, mas ainda não recebeu resposta do tribunal de justiça

Últimas notícias