Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Oscilação nas partidas e problemas defensivos: a missão que Martelotte precisará resolver no Santa Cruz

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 01/10/2020 às 12:05
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Marcelo Martelotte comandou o Santa Cruz em três jogos na Série C: vitória diante do Remo e empates contra Manaus - fora de casa - e Jacuipense - no Arruda. O Tricolor, claro, apresentou pontos interessantes nas partidas, sobretudo no aspecto ofensivo, tendo um volume de chances maior em determinados momentos dos duelos. No entanto, a Cobra Coral também mostrou dois problemas que foram evidenciados nos três confrontos: oscilação e problemas na marcação, exposto ainda mais no empate diante da Jacuipense, na última segunda-feira.

Para o próximo duelo do Santa Cruz e, claro, visando a sequência do clube na competição, o técnico Marcelo Martelotte vai precisar ajustar esses problemas do time coral.

OSCILAÇÃO NAS PARTIDAS

Na estreia de Martelotte pelo Santa Cruz, diante do Remo, essa oscilação já foi notada. No primeiro tempo, o Tricolor foi melhor, tendo um volume ofensivo maior - embora foi o adversário que acertou a trave. No entanto, na reta final da partida, o Leão voltou com outra postura e sufocou a Cobra Coral. Foram pelo menos cinco boas chances que o Remo teve para abrir o placar. Entretanto, não teve competência para fazer e, aos 23 da etapa final, o zagueiro Elivelton marcou o gol que deu a vitória ao Santa Cruz. Contra o Manaus, a oscilação aconteceu nos dois tempos - e tanto no aspecto ofensivo como defensivamente. No entanto, o duelo terminou 0x0.

Diante da Jacuipense, na última segunda, essa oscilação ficou ainda mais evidente. O Tricolor começou a partida pressionando e criando boas chances, mas sem conseguir marcar. No entanto, já vinha cedendo contra-ataques para o rival, que abriu o placar com um chute de fora da área. Mas o gol não abalou o Santa Cruz, que conseguiu pressionar e, com dois gols de Mayco Félix, foi para o intervalo vencendo por 2x1 e deixando boa impressão.

No segundo tempo, porém, o Santa Cruz voltou muito abaixo. Cedendo muitos espaços para a Jacuipense, a Cobra Coral foi punida com um gol de empate originado de escanteio e a virada com um gol de contra-ataque. O Tricolor, inclusive, ainda poderia ter tomado o quarto gol, mas o goleiro Maycon Cleiton defendeu. Depois de insistir muito com chutes de fora da área, o Santa conseguiu empatar o jogo aos 44 minutos da etapa final, com gol do lateral-direito Toty.

Leia mais

Administrador do Domingão garante bom palco para Ferroviário x Santa Cruz

Santa Cruz pode ter até quatro novidades para o confronto contra o Ferroviário na Série C

Mayco Félix quebra jejum do ataque do Santa Cruz e mira evolução com Martelotte na Série C

PROBLEMAS DEFENSIVOS

Sob o comando de Marcelo Martelotte, o Santa Cruz tomou três gols em três jogos - é bem verdade que não foi vazado em dois. No entanto, é um time que precisa achar o equilíbrio na defesa. Mesmo sendo vazado em apenas uma partida, o Tricolor vem concedendo algumas chances em determinados momentos - o que coincide também com a oscilação do time. O que pode facilitar esse equilíbrio é uma sequência com a mesma escalação, algo que o comandante coral ainda não conseguiu fazer - já mudou sistema de jogo, pontas, além das alterações por conta do departamento médico.

Martelotte é um técnico que tem características mais ofensivas, com um estilo de jogo mais propositivo, algo que difere do que era o Santa Cruz com Itamar Schulle. No entanto, mesmo sendo amante de um time mais ofensivo, o técnico coral precisa achar o equilíbrio para engatar uma sequência de vitórias na Série C.

O próximo compromisso do Santa Cruz é no domingo (4), às 15h30, fora de casa, diante do Ferroviário. O Tricolor ainda é líder do grupo A da Série C, com um ponto de vantagem justamente para o rival da próxima rodada. Em oito jogos pela competição, a Cobra Coral venceu quatro vezes, empatou três e perdeu apenas uma.

 

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias